800px-CCJ_-_Comissao_de_Constituicao_Justica_e_Cidadania_-_Augusto_Aras_03-aspect-ratio-930-440
🇧🇷 Curto Brasil

Aras posta vídeo dizendo que urnas eletrônicas ‘puseram fim a um conjunto de fraudes’

30-set 16:23
2 min
Créditos da imagem: Pedro França

Nesta sexta-feira (30), reta final para o primeiro turno das eleições, o procurador-geral da República, Augusto Aras, divulgou um vídeo com uma série de declarações em defesa das urnas eletrônicas em seu canal do Youtube. A declaração vem após a Justiça Eleitoral elevar o tom diante de um novo questionamento do PL, partido de Jair Bolsonaro, sobre a segurança das urnas.

O chefe do Ministério Público Federal disse que as urnas eletrônicas ‘inegavelmente puseram fim a um conjunto de fraudes’ que existiam antes do desenvolvimento do mecanismo. “Nós acreditamos no sistema eleitoral vigente. Nós acreditamos que termos eleições limpas”, ressaltou.

Confira as demais declarações feitas por Augusto Aras, que foram divulgadas nesta sexta-feira (30), a dois dias do primeiro tudo das eleições.

Veja o vídeo na íntegra:

As afirmações de Aras foram registradas durante conversas com jornalistas da imprensa estrangeira, em julho e em agosto, e também durante manifestação no plenário do Supremo Tribunal Federal nesta quinta-feira(29). Segundo o PGR, é preciso ‘preservar a legitimidade do processo eleitoral’.

Diante dos ministros da corte máxima, Aras declarou seu ‘desejo e atuação em busca da vontade popular manifestada de forma livre e consciente em um ambiente de paz e harmonia’. O PGR disse esperar que o primeiro turno seja ‘mais um domingo de paz em uma festa cívica de todos os brasileiros’.

TSE eleva tom contra fake de urnas eletrônicas

Quatro dias antes das eleições, o PL, partido do presidente Jari Bolsonaro, apresentou um relatório à Justiça Eleitoral voltando a questionar a segurança das urnas eletrônicas.

Os argumentos, já contestados reiteradamente por diversos atores do processo de segurança das eleições, fizeram o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elevar o tom , ao afirmar que o documento era fraudulento. (Folha de S.Paulo)

O TSE também foi duro ao afirmar que as conclusões do PL são falsas, mentirosas, e visam tumultuar as eleições.

(Com Estadão Conteúdo)

Veja também:

(🚥): pode exigir registro e/ou assinatura
(*): conteúdos em outros idiomas são traduzidos pelo Google Tradutor