lula-ratinho-aspect-ratio-930-440
🇧🇷 Curto Brasil

Candidatos reagem: Lula no Ratinho, decisão judicial que retirou do ar reportagens sobre compra de imóveis e aniversário do Temer

23-set 21:20
3 min

O que Lula (PT), Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) disseram nesta sexta (23) no Twitter?

Luís Inácio Lula da Silva (PT)
4.3M seguidores

Nesta sexta-feira (23), Lula repostou um vídeo com recortes de sua entrevista no Programa do Ratinho, realizada na noite anterior. Trechos informais da conversa entre o petista e o apresentador viralizaram entre apoiadores de Lula nas redes que o exaltam pelo tom de ‘bom humor’ da troca.

Lula também reagiu à decisão liminar do Tribunal de Justiça do Distrito Federal que determinou que o portal UOL retire do ar reportagens e conteúdos das redes sociais que divulgavam a compra de 51 imóveis com dinheiro vivo por familiares de Jair Bolsonaro (PL). O pedido partiu do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ). (G1) Em cutucada no adversário, Lula voltou a criticar as imposições de sigilo durante o governo Bolsonaro. (Poder 360º)

Jair Bolsonaro (PL)
8.9M seguidores

No Twitter, Bolsonaro também mirou na conversa entre o apresentador Ratinho e seu principal adversário.

O post ridicularizando fala de Lula foi o que alcançou o maior número de curtidas e compartilhamentos nesta quinta (22) – cerca de 80 mil somados até o momento desta publicação.

Simone Tebet (MDB)
367.2K seguidores

Simone felicitou o ex-presidente Michel Temer por seu aniversário, a quem chamou de “amigo” e “grande líder político”.

A candidata criticou, em outras publicações, medidas do atual governo.

Orçamento

Tebet denunciou os cortes de despesas para bancar o orçamento secreto. “A população vai ficando cada vez mais de lado e esquecida pelo seu governo”, escreveu.

Propaganda ilegal

Tebet também divulgou ação de sua campanha na Justiça Eleitoral contra uma propaganda do presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo sua defesa, o vídeo sugere que beneficiários do INSS só teriam um de seus direitos mediante voto, quando, na verdade, o voto para pessoas com mais de 70 anos é facultativo. O anúncio pede que “pelo bem do Brasil, vote 22”. (O Globo)

Ciro Gomes (PDT)
1.4M seguidores

Nesta sexta (22), o candidato pedetista chamou de “lamentável” a decisão que “censurou as reportagens do portal UOL” sobre as transações imobiliárias de familiares de Bolsonaro.

“Trata-se de um claro atentado à liberdade de imprensa”, escreveu Ciro, defendendo que o ato “relembra os tempos da ditadura”.