Bella Hadid desfile da Coperni
📖 Curto Cultura

Paris Fashion Week: O maior evento do mundo da moda

8-out 12:00
3 min
Créditos da imagem: Reprodução / Getty Image

A temporada de semanas da moda para as apresentações de coleções primavera-verão 2023 acabou. Aconteceram desfiles em Nova York, Londres e Milão e, como sempre, fechou em Paris. Diversas tendências surgiram e momentos únicos aconteceram.

A Paris Fashion Week (PFW) ou Semana de Moda de Paris é a semana da moda mais esperada de todas e o evento mais importante do calendário. Durante os dias 26 de setembro a 4 de outubro de 2022, destacaram-se a polêmica com Kanye West, Zimmermann Bella Hadid tendo um vestido pintado na hora em seu corpo, além de desfiles deslumbrantes.

Celebridades, jornalistas e personalidades de todo o mundo vão à capital francesa para assistir aos desfiles das marcas mais renomadas da cena internacional. Neste período, a economia da cidade cresce e o clima de Paris é puro glamour. Não que não seja normalmente, afinal a cidade é conhecida pela população superelegante.

Aqui trazemos um pouco do que rolou na Semana de Moda de Paris 2022:

Coperni:

Um dos momentos mais icônicos da semana da moda de Paris e talvez da moda mundial, o desfile da Coperni começou com roupas sensuais e foi seguindo até que no momento final veio a grande surpresa: Bella Hadid teve um vestido pintado em seu corpo na passarela.

Balenciaga:

O desfile da marca Balenciaga foi bem inusitado, como de costume. Os modelos desfilaram em uma grande poça de lama, com peças máxi e grandes acessórios. Foi a estreia do multiartista Kanye West nas passarelas. O diretor criativo da marca, Demna Gvasalia disse que não vai mais explicar suas criações.

Loewe

A Loewe baseou toda sua coleção em uma flor, o antúrio. Para cada convidado, enviou um antúrio vermelho. A flor está ligada à sexualidade e o diretor criativo, Jonathan Anderson, foi bastante elogiado por juntar este elemento com outras sacadas divertidas, baby looks, sapatos diferentes e muito mais.

Valentino

O diretor criativo da Valentino, Pierpaolo Piccioli, resolveu sair das cores rosa e preto em que a marca estava focada. No desfile, mostrou looks monocromáticos, beges e muito brilho, que cobriu até o rosto das modelos e o famoso vermelho da marca. O objetivo era reforçar a diversidade e as peças eram feitas com elásticos e ajustes. Mas um problema aconteceu: as modelos não conseguiam ficar em pé com seus saltos desconfortáveis. 

Miu Miu

Mais uma vez, a marca apostou nas minissaias. O cenário era meio etéreo e cheio de partículas flutuantes. A marca trouxe roupas com uma característica de utilitarismo, com peças cheias de bolsos, inclusive nas minissaias de cintura baixa. A coleção também trouxe uma estética futurista.