imagem97887-aspect-ratio-930-440
⚡️ Curto Flash

Quais foram os gastos do cartão corporativo de Bolsonaro? Veja no Curto Flash

12-jan 12:05
4 min

O ex-presidente da República Jair Bolsonaro gastou R$ 1,46 milhão em um único hotel e R$ 362 mil em uma padaria, tudo no cartão corporativo. Saiba mais no Curto Flash, a nossa seleção das principais manchetes do momento.

Cartão corporativo

Os gastos no cartão corporativo da presidência da República de Jair Bolsonaro (PL) somaram pelo menos R$ 27,6 milhões em seus quatro anos de governo. A agência de dados públicos Fiquem Sabendo, especializada na Lei de Acesso à Informação (LAI), divulgou os exorbitantes gastos com hotéis de luxo, sorvete, cosméticos e uma grande lista de itens. A informação caiu como um prato cheio para críticos. (Estadão🚥

Bolsonaristas planejaram ataques piores

Apoiadores extremistas de Jair Bolsonaro planejavam invadir o gabinete presidencial de Lula e o gabinete do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para atear fogo, no domingo (8), durante atos golpistas em Brasília. Se o Exército não tivesse chegado a tempo – mesmo que atrasados -, a situação poderia ter se agravado e o ataque poderia ter sido ainda pior. (Isto É)

CPF como registro único

O governo Lula sancionou uma lei estabelecendo o CPF como único número de identificação necessário para o cidadão ter acesso a serviços públicos. Não será mais necessário apresentar PIS, Título de Eleitor ou outros documentos de forma obrigatória; a lei prevê 12 meses para os sistemas se adaptarem. (G1)

Presidentes do Ibama e ICMBio nomeados

Marina Silva (Rede), ministra do Meio Ambiente e Mudanças Climáticas, nomeou os presidentes do Ibama e do Instituto Chico Mendes (ICMBio). Os escolhidos foram o analista ambiental Jair Schmitt e Marcelo Marcelino de Oliveira, respectivamente. Os dois assumem por enquanto de forma interina. (O Dia)

Bolsonaro pode perder cidadania italiana

Parlamentares italianos da região de Vêneto pedem a revogação da cidadania honorária dada a Jair Bolsonaro. A concessão da cidadania já era controversa e debatida, mas os atos golpistas de domingo (8), trouxeram de volta o tema. A região é a mesma em que nasceu o bisavô do ex-presidente e a prefeita de extrema direita do local, Alessandra Buono, que não se manifestou sobre o tema. (Extra

COP28

Sultan Ahmed al Jaber, presidente da gigante petrolífera ADNOC, dos Emirados Árabes, vai liderar a COP28. A conferência anual do clima da ONU foi marcada para o final do ano no país do Golfo e a indicação está atraindo críticas de defensores do meio ambiente. Será a primeira vez que o presidente de uma empresa considerada poluente comandará os trabalhos da Conferência do Clima das Nações Unidas. 😕 (AFP)

“Conheça o presidente das negociações climáticas da ONU de 2023, Sultan Al Jaber. Ele também é o CEO da Abu Dhabi National Oil Company, gigante estatal que investe US$ 127 bilhões na expansão de petróleo e gás.

Melhor parte: Este tweet não é uma tentativa de comédia”

“A nomeação de Al Jaber como #COP28 presidente é escandalosamente regressiva e profundamente problemática para dizer o mínimo!

Os combustíveis fósseis são a causa raiz do #ClimateCrisis . Sua posição como CEO da Abu Dhabi National Oil Company levanta questões graves de conflito de interesses.”

Afastamento de Ibaneis

O ministro Alexandre de Moraes afastou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), sem pedido de órgãos de investigação ou parlamentares. Esta é a primeira vez que um magistrado retira um chefe de Executivo estadual do cargo sem pedido; a Procuradoria Geral da República (PGR) e a Polícia Federal (PF) não fizeram a requisição. (Folha de S. Paulo) 🚥

Receba notícias e newsletters do Curto News no WhatsApp e Telegram.

(*): Conteúdos em outros idiomas traduzidos pelo Google Tradutor

(🇬🇧): conteúdo em inglês

(🚥): pode exigir registro e/ou assinatura