mcamgo_pazuello_1609201069-aspect-ratio-930-440
⚡️ Curto Flash

Sigilos impostos pelo governo Bolsonaro estão na mira da equipe de Lula; veja mais no Curto Flash

5-jan 12:20
4 min
Créditos da imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Compra de cloroquina, visitas ao Palácio do Planalto e informação sobre o acesso a armas estão na mira do governo Lula. Saiba mais no Curto Flash, a nossa seleção das principais manchetes do momento.

Governo Lula mapeia sigilos de Bolsonaro

Os diversos sigilos impostos pelo governo Bolsonaro estão na mira da administração petista. Também estão as negativas de acesso a informações sobre a política de ampliação do acesso às armas promovida pela gestão anterior. A equipe do atual governo vai recomendar ao presidente que todos os órgãos federais revisem as decisões que desvirtuam o princípio da Lei de Acesso à Informação (LAI). (G1)

Simone Tebet toma posse como ministra do Planejamento

Na cerimônia que empossou a senadora do MDB como nova ministra do Planejamento estava o ministro da Fazenda Fernando Haddad, que não havia aparecido em nenhuma outra posse. No seu discurso, Simone citou “alguma divergência” econômica com o PT:

“Quando abri minha boca para agradecer [ao convite] e dizer para o presidente que eu achava que havia algum equívoco, que disse a ele ‘mas presidente, nesta pauta, ministro Haddad, ministro Alckmin, ministra Esther, nós temos divergências econômicas’, ele simplesmente me ignorou como quem diz ‘é isso que eu quero porque sou um presidente democrata’. Um presidente democrata não quer apenas os iguais, quer os diferentes para se somar”, continuou. (Folha de S.Paulo) 🚥

Impeachment de juízes da suprema corte da Argentina

Alberto Fernández, presidente da Argentina, pediu o impeachment dos juízes da suprema corte por “mau desempenho de suas funções”. O partido no poder tem maioria necessária para poder abrir a investigação, mas vai ter dificuldades para avançar com as investigações na Câmara e no Senado. Alberto acusou a suprema corte de: “invadir arbitrariamente as esferas das competências exclusivas e excludentes dos demais poderes”. (TV Cultura)

Celso Amorim na assessoria especial de Lula

O ex-ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, chefiará a assessoria especial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Amorim comandou o Itamaraty nos dois governos Lula e durante o período de eleições e transição foi auxiliar na área internacional. Ele será um dos principais conselheiros de Lula no Palácio do Planalto. (G1)

Elo de ministra de Lula com miliciano 

A escolha da ministra do Turismo, Daniela Carneiro (União Brasil), está causando desconforto entre integrantes do governo por seu elo com a milícia. Contudo, dizem que a relação não é suficiente para afetar sua permanência no cargo. O envolvimento da ministra vai contra políticas do presidente da Embratur, Marcelo Freixo, que é um dos principais ativos contra as milícias no Rio de Janeiro. (UOL)

China pede ‘imparcialidade’ à OMS sobre a covid

O governo chinês pediu à Organização Mundial da Saúde (OMS), nesta quinta-feira (5), que adote uma posição “imparcial” sobre a gestão da covid-19, depois que a instituição criticou Pequim por sua definição “muito estreita” para contabilizar as mortes pelo vírus. Os hospitais chineses estão sobrecarregados com uma onda de pacientes, no entanto, as autoridades estão relatando pouquíssimas mortes relacionadas à covid. (AFP)

Novas variantes da covid-19

Uma nova subvariante da Omicron, XBB 1.5, está se expandindo pelos Estados Unidos. De semana passada para esta, a variante subiu de 20% dos casos para 40% no país. Os Centros de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) alertam que a subvariante “pode ser mais transmissível do que outras variantes”, mas ainda não sabem se ela tem efeitos “mais graves”. (Estadão)🚥

(*): Conteúdos em outros idiomas traduzidos pelo Google Tradutor

(🇬🇧): conteúdo em inglês

(🚥): pode exigir registro e/ou assinatura 

Receba notícias e newsletters do Curto News no WhatsApp e Telegram.