20140729por-bernardo-jardim-ribeiro-_dsc8247-aspect-ratio-930-440
🌎 Curto (Sobre)Viver

Frente fria: como se proteger e ajudar campanhas do agasalho pelos estados

18-ago 15:29
4 min
Créditos da imagem: Foto: Bernardo Jardim Ribeiro/Su

A partir desta quinta-feira (18), a entrada de uma massa de ar polar no Brasil deve causar quedas nas temperaturas de ao menos 13 estados do país, do Mato Grosso do Sul até Rondônia. As campanhas do agasalho precisam de reforço!

A partir dessa quinta-feira (18), a entrada de uma massa de ar polar no Brasil pode derrubar em até 10ºC as temperaturas de ao menos 13 estados brasileiros, do Mato Grosso do Sul até Rondônia. Além da mudança nos termômetros, são esperadas fortes chuvas, rajadas de ventos e geadas, sobretudo no Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país, região onde também pode nevar entre a madrugada de quinta e sexta (19). Nas serras gaúchas e catarinenses, é possível que a temperatura fique abaixo de 0ºC, e em São Paulo e Campo Grande (MS), a mínima entre sexta e sábado será de 7ºC.

Os alertas são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que informou que o a frente fria deve começar a perder força a partir de domingo (21).

O caminho da massa polar  🥶

A frente fria, que está se formando desde a última quarta (17), chega da Argentina e está avança pelos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. É esperada queda de 8ºC a 12ºC nas temperaturas desses locais, o que também deve se refletir na sensação térmica.

Aumento de riscos

As previsões acendem alertas de autoridades a nível nacional e local, além de organizações da sociedade civil. Isto porque os fenômenos trazidos pela onda de frio favorecem o risco de hipotermia, a piora de doenças respiratórias e cardíacas e a ocorrência de alagamentos, quedas de árvores, transbordamentos de rios, cortes de energia e deslizamentos.

Como doar agasalhos e cobertores

Para ajudar na proteção de populações vulneráveis, como pessoas em situação de rua, diversas entidades e grupos solidários recebem e distribuem doações de dinheiro, alimentos e peças como agasalhos, cobertores e luvas.

🔽Veja a lista, por estado, de ONGs e campanhas solidárias 🔽

São Paulo

Paraná

Rio Grande do Sul

Goiânia

Minas Gerais

Rio de Janeiro

Santa Catarina

Prevenção de riscos

O Estadão destacou uma lista de cuidados indicados para casos de ventanias e ressacas:

  • Não fique em locais abertos, embaixo de árvores ou coberturas metálicas
  • Evite esporte ao ar livre
  • Não passe sob cabos elétricos, andaimes e escadas
  • Feche portas e janelas da residência. Feche também persianas e cortinas para evitar que estilhaços se  espalhem em caso de algum vidro quebrar
  • Feche o registro de gás
  • Evite deixar objetos em locais altos, pois podem cair
  • Se faltar energia, cuidado com uso de velas
  • Tire todos os aparelhos elétricos da tomada, em caso de falta de energia
  • Crianças e idosos, principalmente, devem ser mantidos bem agasalhados
  • Animais de estimação também devem ser protegidos do frio
  • Com relação aos moradores em situação de rua, a orientação é que a pessoa ligue para o número 199
  • As pessoas devem terminantemente evitar rochas na praia para observar a agitação do mar
  • As águas, em alguns pontos, podem extrapolar a faixa de areia e adentrar ruas próximas da praia
  • Há perigo de naufrágio para pequenas ou médias embarcações que se aventurarem

Curto Curadoria