crianças
🌎 Curto (Sobre)Viver

Racismo e discriminação atingem crianças em países do mundo todo

20-nov 12:22
2 min
Créditos da imagem: Reprodução/Unsplash

Todas as crianças – em todos os lugares do mundo – têm o direito a uma infância plena, com dignidade e respeito. Garantir uma infância livre de marginalização e exclusão é crucial para o bem-estar dos pequenos e pequenas e para o seu acesso aos serviços necessários, a fim de que eles possam sobreviver e prosperar. Todavia, um novo relatório do Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) descreve como as crianças têm sofrido com o racismo e a discriminação. Confira.

O racismo e a discriminação contra crianças com base em sua etnia, idioma e religião são comuns em países de todo o mundo. A conclusão é do novo relatório do Unicef, publicado às vésperas do Dia Mundial da Criança, em 20 de novembro.

O estudo mostra até que ponto o racismo e a discriminação afetam a educação, a saúde, o acesso das crianças a um registro de nascimento e a um sistema de justiça igualitário, além das desigualdades entre minorias e grupos étnicos.

Dentre várias constatações alarmantes, “Direitos negados: O impacto da discriminação nas crianças(🇬🇧) revela – ao analisar 22 países de baixa e média rendas – que crianças de grupos étnicos, linguísticos e religiosos marginalizados estão muito atrás em capacidade de leitura. Em média, os alunos de 7 a 14 anos de grupos mais favorecidos têm o dobro de chances de apreenderem a ler do que os do grupo menos favorecido.

Leia também:

(🚥): pode exigir registro e/ou assinatura 

(🇬🇧): conteúdo em inglês

(*): conteúdos em outros idiomas são traduzidos pelo Google Tradutor