34996637282_ea945138e1_b-aspect-ratio-930-440
👍🏿 Curto Diversidade 🏳️‍🌈

Ativistas LGBTQIA+ são condenadas à morte no Irã

8-set 11:44
1 min
Créditos da imagem: Julie Cotinaud

Duas mulheres lésbicas e ativistas LGBTQIA+ foram acusadas de promover a homossexualidade e condenadas à morte no Irã, segundo um grupo de ativistas que está tentando impedir a execução.
Elas se chamam Zahra Sedighi Hamedani (31) e Elham Chubdar (24). A condenação aconteceu no noroeste do país, na cidade de Urmía.

As jovens foram acusadas de promover o cristianismo e ter relação com veículo de mídia oposto ao governo do Irã, segundo a ONG Hengaw.

Uma terceira mulher, que enfrenta as mesmas acusações, também está detida mas ainda não teve uma sentença proferida.

A justiça do Irã confirmou à agência AFP a condenação por “espalhar a corrupção na Terra”. Trata-se da acusação é a mais grave do código penal iraniano.

(Com AFP)