263891-aspect-ratio-930-440
⚽️ Curto Esportes

Entidades denunciam mortes e abusos trabalhistas em obras da Copa no Catar

22-nov 17:06
2 min

A Copa do Mundo do Catar começou com muita empolgação, mas também preocupação. Diversos escândalos surgiram ao longo dos últimos meses, entre eles denúncias de mortes por acidente e esgotamento físico nas construções para o mundial. Embora não existam números oficiais, diversas ONGs denunciaram a situação de trabalho análogo a escravidão e veículos jornalísticos fizeram levantamentos paralelos sobre as mortes.

O The Guardian divulgou o número de 6.500 mortes de imigrantes desde que o Catar foi anunciado como sede da Copa do Mundo. A Anistia Internacional também fez um levantamento, com número ainda mais assustador: 15 mil vítimas.

O governo do Catar – denunciado constantemente por desrespeito aos Direitos Humanos – não permite nenhum acesso a dados e números de vítimas durante as obras. Oficialmente, apenas o número geral de imigrantes que trabalharam no país. Os levantamentos foram feitos à partir de números divulgados pela Fifa.

Além das mortes, houve diversos relatos de trabalho análogo à escravidão e familiares procurando parentes desaparecidos. Pessoas relataram à BBC falhas de segurança que levaram à morte de seus entes queridos. Há também relatos de pessoas presas, roubo de salário e diversos outros abusos. Veja o vídeo:

Curto Curadoria:

(🚥): pode exigir registro e/ou assinatura 

(🇬🇧): conteúdo em inglês

(*): conteúdos em outros idiomas são traduzidos pelo Google Tradutor