32LK6FZ-preview-aspect-ratio-930-440
⚽️ Curto Esportes

Neymar afirma em julgamento que assinava os documentos que seu pai pedia

18-out 7:41
2 min
Créditos da imagem: AFP

Neymar afirmou nesta terça-feira (18) que assinava os documentos que seu pai apresentava, durante o julgamento em Barcelona sobre as supostas irregularidades na polêmica transferência que o levou do Santos ao Barça em 2013.

“Meu pai sempre cuidou das negociações de contrato. Eu assino o que ele pede”, afirmou Neymar ao ser questionado pela Promotoria, que o acusa de corrupção e pede dois anos de prisão para o jogador, além do pagamento de multa de 10 milhões de euros.

Previsto a princípio para uma data posterior, o depoimento do camisa 10 da seleção na Audiência de Barcelona foi antecipado para esta terça-feira a pedido de seus advogados, que alegaram que o atacante deve jogar pelo PSG na sexta-feira (campeonato francês) e na próxima terça-feira (Liga dos Campeões).

Ele não precisará retornar presencialmente ao julgamento, mas é possível que tenha que falar novamente até o fim do processo, em 31 de outubro, por videoconferência.

Na segunda-feira, a defesa de Neymar, que a partir de 20 de novembro comandará a seleção do Brasil na Copa do Mundo do Catar, conseguiu autorização para que o atacante e seus pais, também processados, deixassem o tribunal por algumas horas durante a audiência inicial.

O motivo? O jogador estava cansado depois de disputar uma partida no domingo à noite, quando fez o gol da vitória do PSG contra o Olympique de Marselha pelo campeonato francês

(com AFP)