Captura-de-Tela-2023-05-24-as-16.38.26-aspect-ratio-930-440
đŸ—ș Curto Mundo

Cantora Tina Turner morre aos 83 anos

24-maio 16:42
3 min
Créditos da imagem: Reprodução: Twitter

A cantora americana Tina Turner, considerada uma lenda do rock, que eletrizou plateias desde os anos 1960 e lançou ålbuns de grande sucesso ao longo de cinco décadas, morreu aos 83 anos, segundo nota publicada nesta quarta-feira (24).

“É com grande tristeza que anunciamos o falecimento de Tina Turner”, informou o comunicado publicado na pĂĄgina oficial no Instagram da cantora, oito vezes ganhadora do Grammy. Tina alcançou a fama inicialmente ao lado do marido, Ike Turner, e depois seguiu uma frutĂ­fera carreira solo apĂłs se libertar do casamento violento.

“Com sua mĂșsica e sua paixĂŁo sem medida pela vida, ela encantou milhĂ”es de fĂŁs ao redor do mundo e inspirou as estrelas do amanhĂŁ”, prosseguiu a nota.

“Hoje, damos adeus a uma querida amiga, que nos deixa todo o seu maior trabalho: sua mĂșsica. Toda a nossa compaixĂŁo vai para sua famĂ­lia”, acrescentou o texto, antes de concluir:

“Tina, vamos sentir saudades”.

A cantora, que morou na Suíça em seus Ășltimos anos, alcançou a fama inicialmente ao lado do marido, Ike Turner.

O casal gravou uma série de sucessos ao longo dos anos 1960 e 1970, uma parceria musical na qual ela claramente demonstrou ter mais talento.

Depois que seu casamento conturbado e violento chegou ao fim, Tina seguiu uma frutĂ­fera carreira solo, emplacando sucessos como “What’s Love Got to Do With It?”, “Private Dancer” e o icĂŽnico “The Best”.

Seu sucesso, “We Don’t Need Another Hero”, fez parte da trilha sonora do thriller pĂłs-apocalĂ­ptico “Mad Max – AlĂ©m da CĂșpula do TrovĂŁo”, de 1985, protagonizado por Mel Gibson.

Uma dĂ©cada depois, ela se juntou Ă  seleta lista de artistas a cantar um tema nos filmes sobre o espiĂŁo James Bond, com “Goldeneye”.

“Rainha do rock e do soul”

As reaçÔes à sua morte foram råpidas.

A Casa Branca lamentou a morte de Tina, que representa uma “perda enorme” para a cultura dos Estados Unidos.

“É uma notĂ­cia incrivelmente triste. Tina Turner era um Ă­cone, um Ă­cone da mĂșsica”, disse a secretĂĄria de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, acrescentando ser, pessoalmente, “uma grande fĂŁ” de Turner.

A também cantora Gloria Gaynor usou o Instagram para enaltecer a carreira da colega.

“Estou tĂŁo, tĂŁo triste por saber do falecimento da icĂŽnica Tina Turner, a lenda que abriu o caminho para tantas mulheres no rock, negras e brancas”, escreveu.

“Ela fez com grande dignidade e sucesso o que muitos poucos ousariam fazer em sua Ă©poca e neste gĂȘnero musical”, acrescentou.

“Sua falta serĂĄ sentida profundamente”, prosseguiu.

A lenda do basquete Magic Johnson publicou uma foto com a cantora, que ele disse ser “uma das minhas artistas favoritas de todos os tempos”.

O ator Forest Whitaker elogiou “sua voz, sua dança e seu espĂ­rito”.

Ronnie Wood, guitarrista dos Rolling Stones, referiu-se a Turner como “a Rainha do Rock, do Soul e uma amiga querida”, enquanto a Nasa tuitou que seu “legado sempre estarĂĄ entre as estrelas”.

@bbcnews

Legendary singer #TinaTurner known for hits including The Best and What’s Love Got to Do With It, has died aged 83. #Soul #Pop #Music #BBCNews

♬ original sound – BBC News – BBC News

Leia também:

Clique aqui e assine a Curto💌Newsletter!