Wilderness Homeoffice-31089.JPG - © European Wilderness Society CC BY-NC-ND 4.0
🇧🇷 Curto Brasil

Home office e vale alimentação: saiba o que muda com MP aprovada na Câmara

4-ago 17:44
1 min
Créditos da imagem: European Wilderness Society

A medida provisória aprovada pela Câmara dos Deputados regulamenta o home office e muda as regras do recebimento do vale alimentação. O modelo híbrido de trabalho será permanente. MP ainda precisa passar pelo Senado para valer.

As empresas poderão adotar permanentemente o modelo de trabalho híbrido e não precisarão mais cumprir a jornada de trabalho por horas, mas sim por produção. Pessoas com deficiência e pais de crianças de até 4 anos terão prioridade. (G1)

O vale alimentação só poderá ser usado para gastos com comida. Inicialmente, a proposta era de ser pago em dinheiro, mas a ideia foi fortemente criticada. Agora, os beneficiários poderão sacar apenas o que não foi utilizado, e após 60 dias.

A MP destaca não haver redução salarial caso a lei entre em vigor. Quem trabalhar de forma remota terá o mesmo salário de quem estiver no modelo presencial. A medida foi editada em março pelo presidente Jair Bolsonaro e aguarda aprovação do Senado. (Exame)

Foto de destaque: Creative Commons

(🚥): pode exigir registro e-ou assinatura

*conteúdos em outros idiomas foram traduzidos via Google Translate