desmatamento - fonte: pixabay
🌎 Curto (Sobre)Viver

Noruega promete reativar o Fundo Amazônia em um governo sem Bolsonaro

24-jun 8:34
2 min

O ministro do Meio Ambiente e do Clima da Noruega afirmou que o país está pronto para retomar os pagamentos ao Brasil no âmbito do Fundo Amazônia, destinado para a prevenção do desmatamento, desde que haja uma mudança de governo nas eleições de outubro.

Em entrevista concedida à agência Reuters nesta quarta-feira (23), Espen Barth Eide, ministro do Meio Ambiente e Clima da Noruega, afirmou que o país irá reativar os repasses ao Fundo Amazônia caso o presidente Jair Bolsonaro seja derrotado nas eleições de outubro.  

Entre 2008 e 2018, a Noruega doou US$ 1,2 bilhão (cerca de R$ 6,2 bilhões) para o Fundo Amazônia com o objetivo de ajudar o Brasil a prevenir, monitorar e combater o desmatamento. O país é o maior financiador do Fundo, seguido pela Alemanha.

Em meados de 2019, a Noruega suspendeu os repasses ao Fundo, após o governo atual extinguir unilateralmente dois comitês responsáveis pela sua gestão, violando, assim, as regras do projeto.

O congelamento das doações ocorreu em meio à disparada nas taxas de destruição da Amazônia e do enfraquecimento da proteção ambiental como um todo. Desde então, o Fundo Amazônia não aprovou mais nenhum projeto de preservação ambiental.

Informações dadas por organizações não-governamentais apontam que o Fundo tem hoje cerca de R$ 3 bilhões não utilizados.

Curadoria Curto: