capa AFP vermelho

Mais de 1.200 crianças morreram em campos de refugiados no Sudão desde maio

Mais de 1.200 crianças com menos de cinco anos morreram vítimas de sarampo e desnutrição em campos de refugiados no Sudão desde maio, enquanto dezenas de milhares estarão "à beira da morte" no país devastado pela guerra nos próximos meses, afirma um relatório da ONU.

“Mais de 1.200 crianças refugiadas com menos de cinco anos morreram em nove campos no período compreendido entre 15 de maio e 14 de setembro”, afirmou Allen Maina, diretor de Saúde Pública do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur).

PUBLICIDADE

logo Google Notícias
Siga o Curto no Google News
Rolar para cima