Analistas de Wall Street otimistas com empresa de testes genéticos Tempus AI
Créditos da imagem: Tempus AI

Analistas de Wall Street otimistas com empresa de testes genéticos Tempus AI

As corretoras de Wall Street começaram a cobrir a Tempus AI, apoiada pelo SoftBank Group, com uma nota otimista na terça-feira (9), apostando que o vasto banco de dados clínicos e moleculares da empresa, impulsionado por inteligência artificial (IA), possa levar a kits de diagnóstico e testes mais poderosos.

PUBLICIDADE

A companhia, sediada em Chicago, Illinois, vende testes de diagnóstico genômico em oncologia e outras áreas, incluindo neuropsiquiatria, radiologia e cardiologia, para médicos e sistemas hospitalares.

Sete corretoras, incluindo J.P. Morgan, Morgan Stanley, BofA Global Research e Stifel, iniciaram a cobertura com recomendação de “compra” ou “acima do peso”, com o preço-alvo mais alto definido em US$ 50 pela TD Cowen.

Essas corretoras, que participaram do IPO da Tempus, emitiram suas primeiras classificações após o término do chamado “período de silêncio” na terça-feira.

PUBLICIDADE

As classificações otimistas elevaram o preço das ações da empresa em 6,9%, para US$ 35,57. O papel havia perdido 17,5% desde o fechamento do dia de estreia, 14 de junho, até o final do pregão de segunda-feira.

O J.P. Morgan prevê um crescimento de receita de cerca de 33% para a Tempus até 2027. Espera-se que a empresa alcance lucro operacional principal no segundo semestre de 2025.

O prejuízo líquido da Tempus AI ampliou para US$ 289,8 milhões em 2023, ante US$ 214,1 milhões no ano anterior, enquanto a receita total saltou 65,8%, para US$ 531,8 milhões.

PUBLICIDADE

De acordo com o J.P. Morgan, o que diferencia a Tempus dos concorrentes são os “dados clínicos genômicos combinados de maneira única, que a empresa monetizou com sucesso por meio de acordos de licenciamento com clientes farmacêuticas e de biotecnologia”.

O Morgan Stanley prevê um crescimento de receita de 27% até 2028 e espera que a empresa atinja o ponto de equilíbrio no lucro operacional principal até 2027.

A corretora observou que, se os concorrentes tentassem construir seu próprio banco de dados, “provavelmente seriam esforços caros, complicados e demorados”.

PUBLICIDADE

A BofA Global Research disse que há espaço para a Tempus expandir ainda mais o escopo dos relacionamentos existentes com empresas de biotecnologia e grandes farmacêuticas, além de aumentar o número de novos clientes.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima