Apple negocia para usar IA da Baidu em iPhones chineses, afirma jornal

A Apple realizou conversas preliminares com a Baidu a respeito do uso da tecnologia de inteligência artificial generativa da empresa chinesa em seus dispositivos na China, relatou o Wall Street Journal nesta sexta-feira (22).

A Apple, buscando um fornecedor local de modelos de inteligência artificial (IA) para suas operações na China, está se alinhando às regulamentações chinesas que exigem que os modelos de IA generativa sejam examinados pelo regulador do ciberespaço do país antes do lançamento público, relata o Wall Street Journal.

PUBLICIDADE

O envolvimento da Apple nessas conversas iniciais com a Baidu, ao mesmo tempo em que considera parcerias com líderes globais de IA como Alphabet Inc, Google e OpenAI, demonstra a importância da China para as operações globais da Apple.

O papel significativo da China nas operações globais da Apple foi destacado pelas atividades recentes do CEO Tim Cook, incluindo a inauguração da loja mais importante da Apple no exterior, em Xangai.

Relatórios anteriores indicavam os esforços da Apple para diversificar sua base da cadeia de suprimentos além da China, à medida que as tensões geopolíticas se intensificavam entre os EUA e a China. As vendas do iPhone na China sofreram, apesar dos descontos oferecidos, já que a Huawei Technologies ganhou terreno alimentada pelo sentimento nacionalista.

PUBLICIDADE

As sanções dos EUA contra a China já estão afetando a Nvidia – a maior beneficiária e fornecedora de chips de IA de destaque para a Apple.

Além disso, as relações da Apple com a Baidu representariam um duplo golpe para a projetista de chips dos EUA, que já perdeu clientes como a Baidu para a Huawei.

Leia também:

* O texto desta matéria foi parcialmente gerado por ferramentas de inteligência artificial, modelos de linguagem de última geração que auxiliam na elaboração, revisão, tradução e resumos de textos. As entradas de texto foram criadas pela equipe do Curto News e as respostas das ferramentas de IA foram utilizadas para aprimorar o conteúdo final.
É importante destacar que as ferramentas de IA são apenas ferramentas, e a responsabilidade final pelo conteúdo publicado é do Curto News. Ao utilizarmos essas ferramentas de forma responsável e ética, nosso objetivo é ampliar as possibilidades da comunicação e democratizar o acesso à informação de qualidade.
🤖

PUBLICIDADE

Procurando uma ferramenta de Inteligência Artificial para facilitar a sua vida? Neste guIA, você navega por um catálogo de robôs movidos a IA e conhece suas funcionalidades. Confira a avaliação que a nossa equipe de jornalistas deu para elas!

Rolar para cima