ChatGPT agora tem memória.
Créditos da imagem: Reprodução/ChatGPT

ChatGPT agora tem memória; entenda

A OpenAI está introduzindo um novo recurso no ChatGPT que permite à inteligência artificial (IA) lembrar detalhes de suas conversas para aprimorar interações futuras.

Esse recurso de memória foi projetado para evitar a necessidade de compartilhar informações repetidamente, tornando suas conversas mais eficientes e personalizadas.

PUBLICIDADE

Memória controlada pelo usuário

Você tem a capacidade de dizer ao ChatGPT para lembrar detalhes específicos, perguntar sobre o que ele lembra e instruí-lo a esquecer informações tanto de forma conversacional quanto através das configurações.

Customização da memória

O recurso de memória pode ser desativado a qualquer momento, e os usuários podem gerenciar a memória do ChatGPT visualizando, excluindo memórias específicas ou limpando todas as memórias através das configurações.

Privacidade e segurança

A OpenAI está comprometida em evoluir os padrões de privacidade e segurança com esse novo recurso, tomando medidas para mitigar preconceitos e evitar lembrar informações sensíveis, a menos que explicitamente solicitado pelo usuário.

PUBLICIDADE

Personalização aprimorada

O recurso de memória permite interações mais personalizadas e contextualmente relevantes, melhorando a experiência do usuário e o engajamento com a IA.

Preocupações com privacidade e uso de dados

Embora o recurso aprimore a personalização, também levanta preocupações sobre privacidade e o uso de dados pessoais, exigindo políticas claras e controles para proteger as informações do usuário.

Inovação em interações de IA

A introdução da memória no ChatGPT representa um avanço significativo em tornar as interações de IA mais fluidas e intuitivas, potencialmente estabelecendo um novo padrão para plataformas de comunicação de IA.

PUBLICIDADE

Leia também:

Procurando uma ferramenta de Inteligência Artificial para facilitar a sua vida? Neste guIA, você navega por um catálogo de robôs movidos a IA e conhece suas funcionalidades. Confira a avaliação que a nossa equipe de jornalistas deu para elas!

Rolar para cima