Créditos da imagem: Curto News/BingAI

Índia busca confiabilidade em novas ferramentas de IA; entenda

A Índia solicitou que as empresas de tecnologia busquem sua aprovação antes do lançamento público de ferramentas de inteligência artificial (IA) que "não sejam confiáveis" ou que estejam em fase de teste, observando que elas também devem ser rotuladas pela possibilidade de retornar respostas incorretas para consultas de usuários.

O uso de tais ferramentas, incluindo inteligência artificial (IA) generativa, e sua “disponibilidade para os usuários na Internet indiana deve ser feita com permissão explícita do Governo da Índia“, disse o ministério de TI do país em um aviso emitido na última sexta-feira (1) para as plataformas.

PUBLICIDADE

Países ao redor do mundo estão correndo para elaborar regras para regular a IA. A Índia vem apertando regulamentações para empresas de mídia social, que consideram o país do sul da Ásia como um dos principais mercados em crescimento.

O aviso veio uma semana depois que um ministro criticou a ferramenta de IA Gemini do Google por uma resposta em que o primeiro-ministro indiano Narendra Modi foi acusado por alguns de implementar políticas caracterizadas como “fascistas”.

Um dia depois, o Google disse que trabalhou rapidamente para resolver o problema e que a ferramenta “pode não ser sempre confiável”, especialmente para eventos atuais e tópicos políticos.

PUBLICIDADE

“A segurança e a confiança são obrigações legais das plataformas. ‘Desculpe, não confiável’ não isenta da lei”, disse o vice-ministro de TI Rajeev Chandrasekhar na plataforma de mídia social X em resposta à declaração do Google.

O aviso da Índia também pediu às plataformas que garantam que suas ferramentas de IA não “ameacem a integridade do processo eleitoral”. As eleições gerais da Índia estão previstas para este verão, onde o partido nacionalista hindu governante espera garantir uma maioria clara.

Leia também:

Procurando uma ferramenta de Inteligência Artificial para facilitar a sua vida? Neste guIA, você navega por um catálogo de robôs movidos a IA e conhece suas funcionalidades. Confira a avaliação que a nossa equipe de jornalistas deu para elas!

PUBLICIDADE

Rolar para cima