Lula e bolsonaro
🇧🇷 Curto Brasil

Eleições ao vivo: acompanhe as notícias sobre a reta final da disputa

29-out 12:37
53 min
Créditos da imagem: AFP

A poucos dias do segundo turno das Eleições 2022, reforçando o seu compromisso contra as fake news e a desinformação, o Curto News destaca as principais notícias sobre o pleito que irá decidir o futuro democrático do Brasil. Acompanhe!

30 de outubro – domingo – dia de votação 🗳

8h

Seções eleitorais abrem em todo País, e brasileiros vão às urnas eleger presidente e 12 governadores.

6h39

Votação em Paris tem longas filas na manhã deste domingo

Os eleitores brasileiros que estão indo votar no consulado do Brasil em Paris estão enfrentando longas filas, de pelo menos dois quarteirões.

06h20

Bom dia! 😀 Pronta para votar? Confira aqui tudo de importante que acontecer neste dia histórico e muito importante para o nosso futuro. Desejamos um bom voto para você!🗳

Esta cobertura está encerrada até a manhã de 30 de outubro

29 de outubro – sábado

21h00

Pesquisa Genial/Quaest mostra Lula (PT) com 52% e Bolsonaro com 48%, em votos válidos

Nos votos totais, Lula aparece com 46% das intenções de voto. O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, tem 43%. Votos em brancos, nulos ou eleitores que não votarão somam 6% e os indecisos, 5%. Lula oscilou 2 pontos porcentuais para baixo e Bolsonaro oscilou um ponto porcentual para cima ante a pesquisa anterior, divulgada no dia 26.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores entre os dias entre os dias 28 e 29 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada junto à Justiça Eleitoral e protocolada sob o número. BR-05765/2022.

20h45

Moraes dá 4 horas para PF e PRF explicarem ações que prejudicariam Lula nas eleições (Folha de S.Paulo)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, deu 4 horas para que a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal expliquem operações suspeitas para prejudicar o candidato Lula (PT) à Presidência da República. Moraes recebeu neste sábado (29) uma notícia de fato apresentada pelo PT, afirmando que as corporações estão sendo usadas em favor da campanha de Bolsonaro (PL).

20h38

20h00

A deputada federal pelo Psol, Sâmia Bonfim, informou pelo Twitter que o partido vai entrar com pedido de cassação do mandato de Carla Zambelli;

Nas redes, a palavra racismo aparece em posts sobre a ação de Carla Zambelli:

19h40

19h37

19h00

O candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) escolheu Belo Horizonte para terminar sua campanha antes da votação. Ao lado do governador reeleito, Romeu Zema (Novo), ele percorreu de carro as ruas da cidade e acenou para apoiadores, neste sábado (29).

18h54

O candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) encerrou a campanha neste sábado (29) em uma caminhada pelas ruas da região Central de São Paulo. Veja as imagens captadas pela nossa reportagem:

18h11

Nova pesquisa Datafolha mostra Lula liderando com 52% dos votos válidos, contra Bolsonaro que obteve 48%. Esta é a última rodada do levantamento antes da definição da disputa, no próximo domingo (30).

18h00

Nova pesquisa Ipec mostra candidato do PT na liderança com 54% dos votos válidos, contra 46% de Bolsonaro (pl).

16h20

PT aciona TSE contra fake news que liga Lula a ‘satanismo’

Campanha do candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra publicações que ligam o petista ao “satanismo”. Os advogados pedem a intimação das plataformas Twitter e Instagram para que removam a os conteúdos falsos imediatamente.

O vídeo questionado mostra figuras encapuzadas realizando um suposto “ritual satânico” com uma foto de Lula no centro. A Corte já mandou apagar publicações semelhantes que associavam Lula à seita.

“A candidatura adversária vem afirmando e buscando trazer para o centro do debate político a religião. Utilizando-se da repulsa social que todos os cristãos têm com a figura do diabo e satanistas, o perfil tenta incutir a ideia de que satanistas/luciferianos apoiariam – bem como realizariam rituais – em favor do candidato Lula da Silva”, afirmam os advogados na ação. (AE)

15h11 – O que é Cytotec?

14h45

Uma pesquisa da ProPublica revelou que os sites desinformativos estão entre os mais compartilhados no Brasil. Leia a reportagem completa do Núcleo Jornalismo:

14h45 – Fakes e boatos desmetidos

O Nexo Jornal reuniu 7 boatos e mentiras já verificadas pelo Comprova sobre temas como religião, crime organizado e urnas eletrônicas que circulam nesta reta final do segundo turno das eleições presidenciais.
Os conteúdos tentam reforçar convicções e aumentar a rejeição dos candidatos Lula (PT) ou Bolsonaro (PL). Confira:

14h15 📍 TSE – Checagem de fake news ao vivo

Você conhece a Fato ou Boato? O site de checagem de fake news do TSE funciona em tempo real e é gratuito!


Evite a desinformação nessa reta final das eleições. Acesse: www.justicaeleitoral.jus.br/fato-ou-boato ou o ChatBot do sistema: wa.me/556196371078 ou pelo número +55 61 9637-1078

Caso receba mensagens não solicitadas com conteúdo eleitoral ou informações falsas sobre candidatos/partidos, é possível denunciar pelo Sistema de Alerta de Desinformação.

13h06

Bolsonaro volta a convocar apoiadores a fiscalizar eleições neste domingo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a convocar seus apoiadores a fiscalizar os locais de votação neste domingo (30). “Neste próximo domingo, amanhã, seja fiscal do Bolsonaro. Você, lá no local de votação, vai ficar de olho, ligado em tudo o que acontece lá dentro. Ajude o nosso Brasil, você será fiscal do Brasil. Acesse www.fiscaisdobolsonaro.com.br”, diz o presidente em um vídeo que está sendo compartilhado nas redes sociais e em grupos bolsonaristas.

12h53

12h51

12h45

12h38

Lula convoca coletiva de imprensa para as 15 horas e fará ato final em SP às 16h

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) convocou há pouco uma coletiva de imprensa para as 15 horas deste sábado (29). Em seguida, por volta das 16h, o ex-presidente sairá em carro aberto pela Avenida Paulista para marcar, nesta véspera da ida às urnas, seu último ato de campanha. (Estadão Conteúdo)

12h34

12h30

12h12

Leonardo DiCaprio se manifesta nas redes sobre as eleições brasileiras

“Neste fim de semana as eleições no Brasil são uma oportunidade para os brasileiros determinarem o futuro de sua democracia e de suas florestas. A esperança de um futuro melhor é compartilhada por todos nós em apoio ao Brasil e à Amazônia”.

12h08

12h03

Eleições 2022: Moraes fará pronunciamento em rede nacional às 20h30

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, fará um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão neste sábado (29), véspera do segundo turno das eleições, às 20h30. A fala terá duração de 4 minutos e 42 segundos.

Os temas que devem estar presentes em sua fala são o apelo aos eleitores para que compareçam às urnas e a resolução, aprovada nesta semana pelo TSE, que proíbe gestores de diminuírem a oferta de transporte público no dia das eleições. (Estadão Conteúdo)

11h59

11h44

11h39

Passe livre: 378 cidades terão transporte público gratuito no segundo turno

Levantamento realizado pela Campanha Passe Livre Pela Democracia, organizado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e pelo movimento TarifaZero BH, aponta que 378 cidades terão transporte público gratuito no segundo turno das eleições, que acontece neste domingo (30). A estimativa é de que 100 milhões de pessoas sejam atendidas pela medida, conhecida como passe livre.

Do total de municípios que adotarão a gratuidade neste domingo, 335 cidades decidiram pelo passe livre para este segundo turno, atendendo a 98,2 milhões de pessoas, enquanto 43 cidades já aplicam a tarifa zero o ano todo. Todas as capitais e o Distrito Federal terão o esquema especial de gratuidade no transporte público, aponta o levantamento.

São Paulo é o estado com o maior número de municípios que adotaram a medida, com 144. Bahia, com 28, e Goiás, com 21, são os segundo e terceiro Estados com maior quantidade de cidades com passe livre. (Estadão Conteúdo)

11h23

Lei seca: saiba onde e em quais horários é proibida a venda de bebida alcoólica

Pelo menos 9 Estados terão proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas no segundo turno das eleições, no próximo domingo (30). Desses estados, em 3 a proibição depende da zona eleitoral. Outros 13 estados e o Distrito Federal não terão restrições.

A Lei Seca determina a proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas no dia das eleições. Não há orientação do TSE sobre esse assunto, e a definição fica a cargo de cada Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e a Secretaria de Segurança Pública de cada estado. A medida busca evitar desordem que prejudique os trabalhos eleitorais.

Para os locais que aderiram à lei, fica vedada a comercialização, distribuição, fornecimento, venda e consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos ou abertos. O descumprimento da norma está previsto como prática do crime de desobediência, de acordo com o artigo 347 da Lei n. 4.737/65, do Código Eleitoral. Confira os horários de proibição e as regras de cada Unidade da Federação. (Estadão)

11h18

Qual a chance e o que acontece se eleição ficar empatada?

11h15

11h10

11h03

Tribunais eleitorais começam sorteio de urnas para teste de integridade

Os 27 tribunais regionais eleitorais (TREs) realizam, a partir das 9h deste sábado (29), o sorteio das 671 urnas eletrônicas que serão submetidas ao teste de integridade. Os equipamentos começaram a ser distribuídos às seções eleitorais ontem (28).

As urnas selecionadas serão transportadas aos locais onde o teste será realizado em cada estado. Novas urnas serão colocadas no lugar das que forem levadas para a auditoria.

Esse teste vem sendo feito em todas as eleições desde 2002. O objetivo é verificar se as urnas computam corretamente os votos lançados. Para isso, servidores da Justiça Eleitoral simulam uma votação normal e digitam na urna votos preenchidos previamente em papel. Ao mesmo tempo, os votos de papel são depositados em uma caixa. Depois, os resultados são comparados.

O procedimento, filmado e acompanhado pelas entidades fiscalizadoras do pleito, como partidos políticos e Forças Armadas, foi realizado também no primeiro turno. Neste ano, parte da auditoria foi feita com a biometria de eleitores voluntários para ativar a urna. O projeto piloto, adotado por sugestão dos militares, contemplou 56 urnas. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que o teste teve “100% de sucesso” e não encontrou nenhuma divergência. (Estadão Conteúdo)

10h58

Bolsonaro se descontrola e abandona entrevista ao ser questionado sobre mentira em debate

Assessorado de perto por Sergio Moro, presidente se recusou a deixar estúdio ao estourar tempo para fala, mas saiu quando questionado sobre ida de Lula ao Complexo do Alemão. (O Globo)

10h37

10h12

Após ser chamado de golpista, o ex-presidente Michel Temer (MDB) afirmou que Lula (PT) “está descompensado”. A fala do candidato petista foi durante o último debate presidencial, realizado nesta sexta (28), pela TV Globo. (O Globo)

09h32

A campanha eleitoral no Brasil termina neste sábado (29) com disputas nas ruas entre os candidatos Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Depois de se enfrentarem no último debate televisionado na noite de sexta-feira (29), em que ambos se acusaram incessantemente de mentir, cada um irá ao encontro dos eleitores em pontos-chave para suas aspirações.

Bolsonaro vai liderar uma motociata em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais (sudeste), o segundo maior colégio eleitoral do país depois de São Paulo.

Lula prepara a chamada “caminhada da vitória” pela emblemática Avenida Paulista. (AFP)

09h25

Bom dia, voltamos com a cobertura do segundo turno das eleições.

28 de outubro – sexta-feira

20h

Acontece logo mais o último debate presidencial antes do domingo(30) de votações, na TV Globo. Serão terá 5 blocos, sendo 2 com temas livres, 2 com temas determinados e 1 para considerações finais:

  • 1º bloco: 30 minutos de debate com tema livre. Cada candidato terá que administrar o tempo de 15 minutos para perguntas, respostas, réplicas e tréplicas;
  • 2º bloco: 20 minutos de debate com temas determinados, sendo dividido em 2 rodadas de 10 minutos. Cada candidato terá direito a escolher um tema definido pelo Jornalismo da Globo. Neste bloco, os candidatos terão 5 minutos de fala para cada uma das rodadas;
  • 3º bloco: mais 30 minutos de debate com tema livre. Os candidatos terão que administrar o tempo de 15 minutos para perguntas e respostas;
  • 4º bloco: duas rodadas de 10 minutos com temas definidos.
  • 5º bloco: candidatos terão direito a 1 minuto e 30 segundos cada um para considerações finais.

A ordem de quem começará questionando e respondendo em cada bloco foi definida em sorteio. (G1)

19h35

Eleições cheia de novidades: pela primeira vez, no Brasil, há um segundo turno entre um presidente e um ex-presidente. E pela primeira vez um atual mandatário aparece atrás nas pesquisas de intenções de voto.

19h30

Na reta final das eleições à Presidência da República – em clima de final de campeonato – os dois adversários na disputa tem apostas diferentes no Twitter. Lula (PT) foca no debate da Globo, que acontece nesta sexta-feira (28) e Jair Bolsonaro prefere falar para seus apoiadores ao lado do governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema, e o deputado/influencer Nikolas Ferreira.

19h20

Pesquisa Ipec para o Rio Grande do Sul mostra Eduardo Leite (PSDB) com larga vantagem à frente de Onyx Lorenzoni (PL)

18h54

A partir desta sexta-feira (28), é proibido o porte de armas de fogo nos colégios eleitorais e em um raio de 100 metros das seções eleitorais. A restrição termina 24 horas após a votação, assim como ocorreu no primeiro turno. A exceção é em relação às forças de segurança. (CNN)

18h25

O apresentador Luciano Huck publicou em suas redes sociais uma foto ao lado da senadora Simone Tebet (MDB). “Remando na mesma direção. Pela democracia e por um Brasil mais eficiente e afetivo”, escreveu na legenda.

18h20

Conheça o Farol Verde, plataforma que ajuda a mapear candidatos focados em cidadania e preservação do planeta.

18h18

Entenda quem fiscaliza as eleições, o que é inserção política e como justificar voto

18h06

Preservação, economia e povos indígenas: eleitores da Amazônia falam sobre desafios e expectativas para o segundo turno

Proteção da floresta, respeito ao direito de povos originários e desenvolvimento de uma economia sustentável são desafios que habitantes da floresta amazônica acreditam que os governantes vão enfrentar. (UOL)

17h58

A BBC News Brasil elencou as principais dúvidas dos eleitores sobre os dois candidatos à presidência — Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) — e buscou as respostas.

17h50

Imprensa internacional destaca polarização e ameaças à democracia no Brasil

As eleições no Brasil despertam a atenção de governos e imprensa de diversos países. Nesta reta final, jornais como The New York Times e El País acompanham de perto os desdobramentos das campanhas de Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) até a votação deste domingo, 30.

A imprensa internacional destaca o difícil momento do País, a polarização e o futuro da democracia e de temas como a Amazônia

O jornal americano The Washington Post publicou uma análise nesta sexta-feira (28), feita pela equipe da Bloomberg com o título “Eleitores do Brasil enfrentam uma escolha brutal”.

Em certa parte do texto, o jornal diz ser “surpreendente” o fato de a diferença entre Lula e Bolsonaro ser tão pequena, dada o comportamento do presidente durante a pandemia de covid-19 e os fracassos na área ambiental, além de ter causado o “enfraquecimento da democracia”. (Estadão Conteúdo)

17h31

Região Metropolitana de BH terá passe livre domingo, determina Justiça

17h10

Brasília terá segurança reforçada por causa de ameaças à Justiça Eleitoral

A segurança dos Tribunais Superiores e da Praça dos Três Poderes na capital federal será reforçada no próximo domingo (30), quando acontecerá o segundo turno da eleição presidencial.

  • policiais vão acompanhar juízes eleitorais e o ministros das Corte ameaçados
  • forças de segurança protegerão os locais que guardam as urnas eletrônicas
  • as áreas de prédios sensíveis, como o do Supremo Tribunal Federal, e o do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) serão cercadas por grades e terão a proteção da Polícia Militar
  • o setor central de Brasília, que concentra o Congresso, o Palácio do Planalto e os ministérios da Justiça e Segurança Pública e das Relações Exteriores terá o acesso restrito.
  • o acesso de veículos à Praça dos Três Poderes já foi bloqueado
  • os 610 locais de votação e os 20 juntas de apuração dos votos terão aumento no policiamento
  • Equipes da Polícia Militar, do Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Civil atuarão para evitar tumultos e distúrbios civis

A eleição presidencial ocorre em meio a uma série de ataques às instituições feitas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus apoiadores. Na semana que antecedeu o segundo turno, o presidente moveu uma batalha contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) porque alegou estar sendo injustiçado por suposto desequilíbrio na veiculação das propagandas eleitorais de rádio. (Estadão Conteúdo)

17h

O TSE aceitou pedido de resposta feito pela campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por declarações contra Lula emitidas pelos comentaristas Roberto Motta e Ana Paula Henkel, da Rádio Jovem Pan.

16h40

16h25

Ministro de Bolsonaro, Fábio Faria, diz que tentou conciliação com TSE e se ‘arrepende profundamente’ de entrevista sobre fraude em rádios (UOL/Folha)

Em meio à repercussão negativa – e risco de responder a processos por fraude eleitoral – o Fábio Faria afirmou que sua intenção ao convocar uma entrevista coletiva denunciando rádios que não estariam veiculando a propaganda eleitoral do PL, era fazer um acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). para que o problema fosse sanado.

“A falha era do partido, que percebeu o problema tardiamente, e não do tribunal. Como havia pouco tempo para o TSE fazer uma investigação mais aprofundada, eu iniciei um diálogo com o tribunal em torno do assunto”, disse Faria

A iniciativa desandou, diz ele, quando bolsonaristas passaram a usar o fato para pedir o adiamento das eleições, que acusavam de “fraude”.

15h52

Preparação para o último debate

Lula e Bolsonaro se preparam para o último debate eleitoral antes do segundo turno. O encontro presencial será mediado por William Bonner. Saiba como os presidenciáveis e suas campanhas se preparam para a esta importante oportunidade de mobilizar o eleitorado.

(O Globo)

15h47

Franquias da Havaianas e Arezzo são processadas por assédio eleitoral em João Pessoa (Jota)

15h30
Telegram remove dois grupos bolsonaristas após decisão do TSE

A decisão do Tribunal foi motivada por difusão de desinformação e estímulo à violência, conforme apurou reportagem da Apública.

Caso descumpra decisão, o Telegram deverá pagar multa de R$100 mil por hora. 180 mil membros faziam parte dos grupos deletados nesta sexta (28), nomeados 70 Milhões eu voto em Bolsonaro Nova Direita e 70 Milhões 2 eu voto em Bolsonaro Nova Direita.

Discursos dos integrantes

O administrador do grupo original, identificado como Jackson Villar, compartilhou um link para que os usuários se encaminhassem para um novo grupo chamado “Carta do Bolsonaro” que já reúne mais de 3 mil integrantes até a tarde desta sexta-feira (28.out.).

Nas gravações dos chats, Villar propõe uma espécie de “eleição paralela”, em que diz que vai provar “fraude nas urnas”. Também insinua a necessidade de cometer crimes diante do cenário desfavorável ao seu candidato, Jair Bolsonaro (PL). Cita necessidade de “quebrar esquerdistas no cacete” e chama usuários a “quebrar a urna eletrônica no pau”, além de defender que “cientista político tem que apanhar”.

(Núcleo Jornalismo)

15h19

Para comparar dados sobre desmatamento e queimadas na Amazônia durante as gestões de Lula (PT) e Bolsonaro (PL), a Agência Lupa preparou uma reportagem com análise e gráficos. Confira:

14h30

Heróis de ‘Os Vingadores’ nas eleições brasileiras


No Twitter, internautas se mobilizaram para pedir a ajuda dos artistas do filme estadunidense Os Vingadores (2012) usando a hashtag #NemTodoHeróiUsaCapa, que já é Top 5 no Twitter.

A frase está sendo compartilhada por dezenas de personalidades, famosos e apoiadores do candidato Lula (PT) na tentativa de engajar eleitores e ampliar o número de pessoas votando no próximo dia 30.


“Quem sabe assim mais gente no BR compartilha sua história de como tamo derrotando a abstenção”, escreveu uma das usuárias da rede, cuja mensagem foi compartilhada pelo ator e humorista Fábio Porchat. Porchat, por sua vez, foi retuitado por Samuel L. Jackson, que ouviu o “chamado” as urnas no próximo domingo.

14h10

Ameaças de violência impedem grupo de 500 indígenas de votar no Pará

Cerca de 500 indígenas que vivem em terra indígena no estado paraense deixarão de votar no próximo domingo (30) devido a uma série de ameaças de violência. que têm recebido de não-indígenas da região.
Por conta da coação, eles não conseguiram ir votar no primeiro turno.

Professores universitários que prestam assistência aos Parakanãs, localizados no município de Novo Repartimento, denunciaram o caso. Ao todo, estima-se que 1,4 mil indígenas vivam na região e cerca de metade deles não poderia votar no dia 30.

Hostilizações são constantes na região, mas se intensificaram a partir de março deste ano, quando três caçadores foram encontrados mortos na terra indígena. (UOL)

13h58

Kassab: “Lula teria maioria confortável no Congresso”

Presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab se manteve neutro na disputa entre Lula e Bolsonaro, mas afirma que seu partido teria facilidade de compor a base do petista, assim como MDB, Podemos e PSDB. (DW Brasil)

13h55

TSE
Campanha de Bolsonaro não recebe direitos de resposta e deverá apagar peça que associa Lula ao corte de aposentadorias

  • O plenário do Tribunal Superiol Eleitoral (TSE) atendeu hoje a um recurso da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e suspendeu quatro decisões liminares (temporárias) da ministra Isabel Gallotti que concediam direitos de resposta à campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) na televisão.
    Leia mais: TSE atende Lula e suspende direito de resposta concedido a Bolsonaro
  • O ministro Alexandre de Moraes determinou a remoção de uma peça publicitária do presidente Jair Bolsonaro (PL) que associa o ex-presidente Lula (PT) ao corte na aposentadoria de idosos. O vídeo foi exibido na propaganda partidária do candidato à reeleição na última terça-feira (25). (UOL)

13h35

Prazos previstos pela Justiça Eleitoral

Hoje é o último dia de propaganda eleitoral gratuita! Nesta sexta (28), será veiculado pela última vez o horário eleitoral em rádios e TVs pelo Brasil. Também não será mais permitido, a partir do sábado véspera do segundo turno, propaganda em imprensa escrita e reprodução do material na internet.

Esta sexta também é data limite para realização de debates eleitorais em rádios e TVs.

Além disso, é o último dia que o código eleitoral permite a prisão ou detenção de eleitores, exceto em casos de flagrante delito ou crimes inafiançáveis. Pessoas que impeçam o direito de eleitores transitarem livremente também poderão ser presas. As duas medidas valem até 48 horas após o pleito do próximo domingo (30).

Entenda estes e outros prazos previstos na Justiça Eleitoral para o 2º turno (EBC)

13h15

New York Times lança podcast pra explicar por que o futuro da democracia brasileira está em jogo

“Eleitores no Brasil votar, neste domingo, em uma corrida presidencial que é amplamente vista como a eleição mais importante do país em décadas. Por que o futuro da democracia brasileira está em jogo? Ouça o episódio de hoje do The Daily“.

12h55

12h45

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, acusou no TSE a rádio de seu PRÓPRIO PAI, a Agreste FM, de ter veiculado menos propaganda de Jair Bolsonaro do que de Luiz Inácio Lula da Silva. (Folha de S.Paulo)

12h30

CNJ suspende redes sociais de juízes pró-Lula e Bolsonaro (Poder 360)

As redes sociais de 2 juízes que compartilharam posts com conteúdo político-partidário foram suspensas, por determinação do ministro Luis Felipe Salomão, do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Foram as primeiras decisões do conselho nesse sentido durante o período eleitoral.

Um dos alvos foi o juiz do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio) Marcelo Lima Buhatem, reincidente, pois há uma investigação sobre episódio anterior em curso sobre postagens em apoio à Jair Bolsonaro, incluindo as ofensas que Carmem Lúcia (STF) sofreu e apoiando Roberto Jefferson, preso por atirar contra policiais federais.

A juíza do TJ-AM (Tribunal de Justiça do Amazonas) Rosália Guimarães Sarmento também teve o Twitter suspenso, por “apoiar determinado candidato à Presidência da República, ao tempo em que dissemina conteúdo negativo ao outro candidato, atual ocupante do Executivo Federal”, chegando “a declarar sua intenção de voto e a conclamar seus seguidores a votar no mesmo candidato de sua preferência”.

12h20

Militares reclamam do TSE e falam em lacuna técnica para fiscalizar urnas (UOL)

Os militares acham que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não se empenhou para que o número de voluntários do teste de biometria fosse mais alto e isso poderia criar uma “lacuna técnica”, que inviabilizaria a correta avaliação do teste. Os militares reclamam ainda que a Corte Eleitoral não realizou campanhas incentivando que os eleitores a participem.

Mesmo assim, a Defesa disse que não vai recorrer da decisão do TSE.

As propostas da Defesa foram tema de uma conversa entre o general Paulo Sérgio, e Alexandre de Moraes, na semana passada, que discutiram ainda o “prosseguimento da fiscalização” dos militares ao sistema eleitoral.

O general reclamou da baixa participação nos testes de biometria, e que isso precisaria ser melhorado. Moraes pediu uma solicitação formal ao TSE, o que foi feito nesta semana. Após a avaliação, porém, Moraes afirmou que vai analisar as sugestões “assim que esta Corte Superior venha a receber o relatório final das Forças Armadas acerca do assunto” – aquele relatório sobre a idoneidade do processo eleitora, que os militares deveriam ter entregado logo após o primeiro turno.

11h40

Aliados de Bolsonaro criticam ação no TSE contra rádios e chamam medida de ‘Operação Tabajara’

11h34

Bolsonaro e Lula gastam R$ 42 milhões em propaganda digital

Levantamento do Estadão sobre os perfis oficiais dos candidatos no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube mostra que Bolsonaro (PL) tem maior alcance em praticamente todas as redes sociais. Em contrapartida, Lula (PT) e seu ecossistema de apoiadores se mostrou competitivo — conquistou seguidores na mesma proporção do candidato à reeleição e por vezes gerou mais engajamento nas postagens.

11h27

e-Título pode ser baixado ou atualizado até sábado (29)

Termina neste sábado (29), véspera do pleito do dia 30, o prazo para que os eleitores baixem ou atualizem o e-Título, versão digital que substitui o título de eleitor em papel nas eleições de 2022.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) orienta o eleitorado a seguir regras de utilização e baixar ou atualizar o e-Título o quanto antes, “para evitar dificuldades que possam surgir ao deixar a emissão para a última hora”. (Agência Brasil)

11h20

09h28

Nesta sexta-feira (28), a TV Globo realizará o último debate das eleições de 2022. Lula (PT) e Bolsonaro (PL) debaterão após a novela ”Travessia”. O modelo será similar ao debate da Band e cada candidato deverá controlar os 15 minutos que tem para falar.

09h00

Nas redes sociais viralizaram vídeos de uma projeção em Nova York dando adeus a Jair Bolsonaro, ao som de Frank Sinatra.

08h00

O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) mandou bloquear o perfil do senador Renan Calheiros (MDB) no Instagram até o fim do segundo turno da eleição. Ele também foi condenado a pagar uma multa de R$ 700 mil.

Bom dia, voltamos com a cobertura do segundo turno das eleições.

27 de outubro – quinta-feira

20h00

Servidores do Ipea publicam carta em apoio à Lula e Alckmin

19h45

19h35

Alexandre de Moraes decide: Roberto Jefferson deve ficar preso por tempo indeterminado

Preso no último domingo por desrespeitar as regras da prisão domiciliar e atentar contra policiais federais – com mais de 50 tiros e três granadas – a prisão foi convertida para preventiva, ou seja, sem período definido.

“Há severos indícios de que, em período em que cumpriu prisão preventiva e prisão domiciliar por ordem desta Suprema Corte, o preso ocultou as armas que possuía e, posteriormente, montou o arsenal bélico amplamente descrito pela Polícia Federal e reconhecido pelo próprio preso”, justificou Moraes.

19h28

19h10

Fiéis de paróquia na Zona Oeste do Rio de Janeiro denunciam ameaças de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL)

Segundo paroquianos da igreja Igreja Matriz Nossa Senhora do Desterro, uma comitiva de cerca de dez pessoas foi ao templo no último fim de semana para falar com o padre e “negociar” a montagem de uma base de apoio ao comício na igreja.

Por causa da neutralidade partidária que a a igreja defende, o pedido foi negado. E de acordo com os paroquianos, começaram as intimidações.

Grades e as árvores da Praça Dom João Esberard, que ficam em frente à igreja, foram derrubadas por apoiadores do presidente e candidato à reeleição. Um evento no local

No local acontece o último comício de Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (27) (G1)

18h40

Após reunião com TRE, PF e PM, Flamengo se compromete a não comemorar possível título durante votação de domingo

O Flamengo se comprometeu nesta quinta-feira (27) a, caso vença a Taça Libertadores da América, no sábado (39), no Equador, não promover aglomerações para celebrar a conquista durante a votação de domingo (30), dia em que a delegação retorna ao Rio.

18h30

Supremo nega denúncia contra Moraes por prevaricação no caso das rádios

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de um advogado para investigar o ministro do STF e presidente do TSE, Alexandre de Moraes, pelo crime de prevaricação por rejeitar a ação da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre suposta fraude em inserções de rádio no Norte e no Nordeste. (UOL)

18h26

18h15

Governo de São Paulo libera passe livre no 2º turno das eleições

Decisão foi anunciada nesta quinta-feira (27) pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB); na segunda, prefeito Ricardo Nunes (MDB) já havia dito que capital paulista disponibilizaria transporte gratuito no domingo (30). (O Globo)

18h10

18h

Oxfam divulga nota pública em defesa da democracia a três dias do 2º turno

A entidade internacional dedicada ao combate à desigualdade, divulgou, nesta quinta-feira (27), uma nota pública em defesa da democracia. De acordo com o documento, o momento é de “urgência e preocupação”.

17h45

Denúncias de assédio eleitoral crescem 2.577% entre 1º e 2º turnos

Dados do Ministério Público do Trabalho (MPT) apontam que somente as denúncias de assédio eleitoral contra trabalhadores da iniciativa privada e servidores aumentaram 2.577% entre o primeiro e o segundo turnos da eleição.

Especialistas ouvidos pelo Estadão/Broadcast apontam que as pressões extrapolam o mundo do trabalho e são mais graves que a simples manifestação de apoio a um candidato, se tornando, inclusive, um motivo de sofrimento emocional para muitos eleitores. (Estadão Conteúdo)

17h35

Datafolha

De acordo com a pesquisa Datafolha, em Minas Gerais, Lula (PT) tem 48% das intenções de voto e Bolsonaro (PL) tem 43%. O levantamento também apurou que 92% dos eleitores brasileiros estão decididos em quem vão votar. 7% dizem que ainda podem mudar o seu voto. (Fonte: Globonews)

17h20

Datafolha: Lula (PT) tem 49% das intenções de votos totais, contra 44% de Jair Bolsonaro (PL). 5% de brancos e nulos, 2% não sabem em quem votar.

A pesquisa, encomendada pela TV Globo, foi feita entre terça-feira (25) e esta quinta (27), com margem de erro é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Em votos válidos – excluindo brancos e nulos – Lula teria 53% e Bolsonaro, 47%. Os resultados se referem à intenção de voto no momento das entrevistas.

17h12

Pesquisa Atlas mostra liderança de Lula com 53,2% das intenções de voto. Jari Bolsonaro está com 46,8%. O levantamento foi feito com 7.500 entrevistas via recrutamento digital aleatório entre os dias 21 e 25 de outubro; margem de erro é de um ponto percentual para mais ou para menos

17h00

Reuniões públicas, comícios e uso de aparelhagem de som estão proibidos a partir da meia-noite desta quinta (27)

Comícios de encerramento da campanha, no entanto, poderão ser prorrogados por mais duas horas.

Desde o dia 25, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, exceto em casos de flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável. Pessoas que impeçam o direito de eleitores transitarem livremente também poderão ser presas. Estas duas medidas valem até 48 horas após o pleito. (Agência Brasil)

16h45

O candidato Lula (PT) acaba de divulgar a Carta para o Brasil do Amanhã, com propostas para Democracia, Economia, Educação entre outros setores, em 13 itens. Entre as propostas, então:

  • Salário mínimo forte reajustado pela inflação
  • Novo Bolsa Família de 600 reais e mais 150 reais para cada criança
  • Programa ‘Desenrola Brasil’ para renegociação de dívidas
  • ‘Imposto de Renda Zero’ para pessoas que recebem menos de 5 mil reais
  • Responsabilidade fiscal
  • Revogar decretos que liberam armas
  • Democracia e liberdade: respeito ao Supremo Tribunal Federal e ao Tribunal Superior Eleitoral (Informações Globonews)

16h35

16h11

PT pede à PGR para investigar Beto Carrero após anúncio que estimula abstenção de petistas. Parque apagou a publicação e disse que ação foi “piada”

Em uma nota publicada na quarta (27), a companhia pediu desculpas pelo que classificou como “um mal entendido”. “Galera, cadê o bom humor?”, diz o comunicado. Conforme divulgado pelo parque, usuários das redes sociais – onde promoção foi anunciada – não teriam entendido a “piada”.

15h52

Michelle pressiona e igrejas aumentam apelo pró-Bolsonaro na reta final

15h43

15h29

‘A gente não aceitará condição desigual’, diz campanha de Bolsonaro

O ex-secretário de comunicação Fábio Wajngarten, coordenador de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), afirmou hoje, em entrevista ao programa Pânico, que a equipe do chefe do Executivo, “não aceitará condições desiguais” ao comentar as denúncias de que Bolsonaro teve menos inserções de propaganda eleitoral em rádios no Nordeste. (UOL)

15h22
Bolsonaro fala em ‘eleição mais importante do Brasil’

Com um esquema de segurança reforçado durante comício em São João de Meriti, na Baixada Fluminense (RJ), o presidente Jair Bolsonaro (PL), evitou críticas ao ministro Alexandre de Moraes e voltou a focar a artilharia no ex-presidente Lula (PT) e a defender ações de seu governo na área econômica.

“No domingo, teremos a eleição mais importante do Brasil. É a volta do passado da corrupção ou a manutenção da paz e do trabalho. Temos um presidente que defende a família brasileira e está ao lado do seu povo”, disse, ao lado de políticos locais e de integrantes da campanha. (Estadão Conteúdo)

15h15

‘Tá na Hora do Jair Já Ir Embora’: Música contra Bolsonaro fica em 2º na playlist Viral do Spotify Brasil

15h02

Moraes fará pronunciamento no sábado (29) e deve defender comparecimento às urnas

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, fará um pronunciamento à Nação na véspera do segundo turno das eleições deste ano. Ele deve abordar temas como a gratuidade do transporte público no dia da votação e a defesa do comparecimento dos eleitores, inclusive daqueles que não votaram no primeiro turno. (Estadão Conteúdo)

14h58

Editorial do jornal britânico The Guardian (*) sobre a eleição do Brasil: o retorno de Bolsonaro custaria a todos nós

14h35

Pelo passe livre paulista no segundo turno, mais de 200 entidades pressionam governador Rodrigo Garcia (PSDB)

O chefe da administração do estado de São Paulo ainda não descartou a possibilidade de aderir a medida que oferece transporte gratuito no próximo dia 30, segundo turno das eleições. (Folha de S.Paulo)

14h32

De acordo com dados do TSE, Bolsonaro (PL) gastou mais de R$ 2,3 milhões em pesquisa de opinião no início do segundo turno. Sediada em Curitiba, a “Cota Pesquisas”, empresa contratada, fez pesquisas qualitativas para analisar opinião do eleitorado sobre materiais de campanha e discursos do candidato. (Metrópoles)

14h20

Carla Zambelli vira alvo principal de cassação por fake news e ataques às urnas (Folha de S.Paulo)

14h18

Assédio Eleitoral em aldeia Xingu

A Polícia Civil do Mato Grosso está investigando uma denúncia de tentativa de compra de votos em uma aldeia do Xingu. De acordo com a denúncia, foram oferecidos R$ 1,5 mil para que os indígenas votassem nos candidatos que estava em um santinho, que tem s nomes de Jair Bolsonaro (PL), candidato à presidência; Mauro Mendes (União Brasil), que foi reeleito governador estadual; Wellington Fagundes (PL), eleito senador; Fábio Garcia (União Brasil), eleito deputado federal e Silvano Amaral (MDB) que ficou como suplente para deputado estadual. O cacique devolve o dinheiro e o homem continua insistindo. (g1)

13h16

Vencedor da eleição presidencial poderá usar Avenida Paulista no domingo, decide Justiça (O Globo)

13h55

📍 Passe livre em todas as capitais no dia 30

13h08

Nesta segunda (27), o veículo norte-americano New York Times publicou vídeo analisando a importância da disputa eleitoral para a presidência do Brasil, que será definida neste domingo (30) nas urnas. Dentre outros pontos, é destacado o fato de a “gloriosa Amazônia”, maior floresta tropical do mundo, estar em risco nos últimos tempos, apesar de ser um bioma fundamental para o futuro do planeta Terra.

Assista ao vídeo na íntegra:

12h50

12h38

Lula vê ‘desespero’ de Bolsonaro na polêmica sobre inserções em rádios

O candidato petista disse nesta quinta-feira (27) que as denúncias de suposta fraude em inserções de rádio mostram incompetência da equipe do adversário e atual presidente. “Eu não sei o estado psicológico do presidente, mas essas coisas da rádio são incompetência da equipe dele. Não temos nada a ver com isso. Ele está um pouco desesperado, percebeu que tem a possibilidade de perder a eleição”.
(Estadão Conteúdo)

12h14

Assédio Eleitoral em SC

A colunista da Folha, Mônica Bergamo, noticiou hoje que a campanha do ex-presidente Lula apresentou notícia-crime à Justiça pedindo que o Beto Carrero World seja investigado por crime eleitoral.

O parque temático de Santa Catarina divulgou nesta semana promoção para incentivar eleitores do PT a não votarem no segundo turno das eleições, em 30 de outubro.

A empresa já tinha oferecido em semanas anteriores 25% de desconto para quem fosse ao local com roupas das cores da bandeira do Brasil até a próxima segunda-feira (31).

11h57

FHC grava vídeo pedindo voto para Lula

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que no primeiro turno demonstrou apoio tímido ao candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), divulgou um vídeo nesta quinta-feira (27) em que pede voto para o “13” no segundo turno.

11h14

Lula diz que ministro da Economia terá compromisso social e responsabilidade fiscal

O candidato do PT à presidência da República descreveu que o perfil do ministro da Economia em seu governo, caso eleito, será de uma pessoa com inteligência política e compromisso social. Apesar de evitar detalhar sobre a composição dos Ministérios, o ex-presidente destacou que o chefe da Economia terá que pensar na responsabilidade fiscal, mas pensar também na social.

“Cada vez que a gente pensar que tem que segurar o dinheiro, tem que pensar que tem gente passando fome”, declarou o ex-presidente, em entrevista à Rádio Clube FM de Brasília. Segundo o petista, será preciso estabelecer uma política “quase de guerra” para reconstruir o País.

De acordo com o ex-presidente, será preciso retomar o diálogo com o Congresso e os presidentes das Casas. “Não é normal o Congresso querer administrar o orçamento”, disse. (Estadão Conteúdo)

11h10

‘Quem vencer a eleição presidencial do Brasil “herdará o controle de mais da metade da floresta amazônica e, por extensão, determinará as condições para a vida futura na Terra”‘.

10h55

O ex-juiz Sergio Moro (União Brasil-PR), senador eleito pelas urnas eletrônicas este ano, sugeriu nesta quinta-feira (27), em entrevista à CNN Brasil, o voto impresso para conferência nas próximas eleições. Para Moro, essa poderia ser uma alternativa para “aprimorar” o sistema eleitoral brasileiro.

7h58

O Partido Novo suspende a filiação de João Amoêdo, fundador da sigla, após ele declarar voto em Lula. Partido alega “risco de dano grave à imagem” para justificar o ato antidemocrático. Legenda tinha liberado seus integrantes para escolha de voto.

07h50

Bom dia, voltamos com a cobertura do segundo turno das eleições.

26 de outubro – quarta-feira

Boa noite .🌙 Amanhã faltarão apenas 3 dias para o segundo turno. Veja o que aconteceu nesta quarta:

22h01

20h37

Bolsonaro critica TSE e diz que vai ‘às últimas consequências’ sobre rádios (UOL)

O presidente afirmou que irá recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre suposto boicote em rádios.

Propaganda no Youtube

20h13

Bolsonaro convoca imprensa e deve partir para cima de Alexandre de Moraes. (Veja)

Moraes, que preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia rejeitado o pedido da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) para suspender a veiculação das inserções do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sob o argumento que rádios deixaram de veicular ao menos 730 comerciais de sua campanha.

Logo após a decisão do tribunal, Bolsonaro convocou ministros mais próximos e militares para uma reunião de emergência no Palácio da Alvorada e uma coletiva de imprensa durante a noite. (AFP)

‘Afronta’ a legislação eleitoral

De acordo com Moraes, a ação ‘afronta’ a lei eleitoral ao supor fraude sem apresentar ‘qualquer indício mínimo de provas’. O ministro declarou que a campanha de Bolsonaro apontou “uma suposta fraude eleitoral às vésperas do segundo turno do pleito, sem base documental crível, ausente, portanto, de qualquer indício mínimo de prova em manifesta afronta à lei eleitoral”. Em letra maiúscula, o ministro escreveu: “DIANTE DE DISCREPÂNCIA TÃO GRITANTES, ESSES DADOS JAMAIS PODERIAM SER CHAMADOS DE ‘PROVA’ OU ‘AUDITORIA'”.

As rádios que foram apontadas em ação da campanha de Bolsonaro (PL) negaram alegações sobre veiculação de materiais, apurou o Jornal Nacional e a AFP nesta quarta (26).

Sobre o documento apresentado pela campanha para comprovar alegações, Moraes afirmou:

“Pasmem, ainda, que do exame dos arquivos juntados pelos autores não se extraem os dados apontados como aptos a amparar as razões apresentadas. Ao contrário disso, apenas são encontradas planilhas, a rigor esparsas, com dados aleatórios e parciais, que tornam impossível chegar a conclusão sustentada pelos requerentes”.

19h28

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, rejeitou pedido de Bolsonaro sobre rádios e aponta ‘crime eleitoral’ para tumultuar 2º turno

Para Moraes, os dados apresentados pela campanha sobre supostas irregularidades são inconsistentes. Ainda, na mesma decisão, Moraes:

  • aciona o Procurador-Geral Eleitoral, Augusto Aras, para apurar “possível cometimento de crime eleitoral com a finalidade de tumultuar o segundo turno do pleito” por parte da campanha de Bolsonaro;
  • aciona a Corregedoria-Geral Eleitoral para apurar eventual desvio de finalidade no uso do Fundo Partidário para a contratação da suposta auditoria;
  • determina o envio do caso para o Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito do inquérito que apura a atuação de uma “mílicia digital” que atenta contra a democracia.

18h53

Qual candidato tem mais a ver com você?

18h30

Relatório enviado por Bolsonaro ao TSE omite inserções do PL em rádio pernambucana

Segundo o portal Aos Fatos, o relatório enviado pela campanha de Jair Bolsonaro (PL) ao TSE omite inserções da campanha do presidente da República que foram veiculadas na rádio Bispa FM, de Pernambuco. O veículo transcreveu 11 das 24 horas de programação a partir dos arquivos de áudio anexados pelos advogados do PL no processo e verificou que houve ao menos 12 inserções de Bolsonaro a mais do que o documento relata.

18h20

Rádios dizem ter provas para contestar relatório usado por Bolsonaro contra o TSE

Empresas dizem que cumpriram a lei e apontam erros em relatório encomendado pela campanha do presidente.

17h50

Reportagem do Metropoles mostra que empresa que apontou suposta fraude em rádios do Nordeste recebeu meio milhão da campanha de Jair Bolsonaro. O caso já repercute nas redes sociais:

17h45

Alvo de ataques misóginos, Cármen diz que continuará julgando ‘serenamente’

A ministra Cármen Lúcia, Supremo Tribunal Federal (STF), alvo de ataques machistas feitos pelo ex-deputado bolsonarista Roberto Jefferson, agradeceu o apoio que recebeu de seus pares e disse que continuará julgando “serenamente”.

A ministra fez um discurso sobre a unidade do tribunal. “O atingimento de um é de todos”, disse. “Vários de nós passamos, nesses últimos tempos especialmente, por agruras que vão além de qualquer civilidade.”

Ela disse ainda que o Brasil passa por “tentativas de subversão ou erosão democrática”.

“Desde pequena, no sertão mineiro, quando eu reclamava de alguma dificuldade, minha mãe perguntava: ‘Quem te disse que é fácil?’ Dificuldades fazem parte, mas o Brasil vale a pena, o Estado de Direito vale a pena, a democracia vale o que cada um de nós faz”, defendeu. (Estadão Conteúdo)

17h40

17h30

17h10

Rádios dizem que não receberam da campanha de Bolsonaro propagandas para horário eleitoral

Segundo reportagem do GLOBO, das 8 rádios acusadas pela defesa da campanha de Jair Bolsonaro (PL) de ter veiculado mais propagandas do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, 4 delas afirmaram não ter recebido inserções produzidas pela equipe do presidente e, por isso, não divulgaram o material. As demais emissoras foram procuradas pela reportagem, mas ainda não se pronunciaram.

16h55

TSE diz que servidor foi exonerado por suspeita de assédio moral e que deu depoimento à PF com afirmações ‘falsas e mentirosas

Em nota, o Tribunal disse que:

“O Tribunal Superior Eleitoral informa que a exoneração do servidor Alexandre Gomes Machado que ocupava o cargo em comissão de confiança de Assessor (CJ-1) da Secretaria Judiciária foi motivada por indicações de reiteradas práticas de assédio moral, inclusive por motivação política, que serão devidamente apuradas.

A reação do referido servidor foi, claramente, uma tentativa de evitar sua possível e futura responsabilização em processo administrativo que será imediatamente instaurado.

As alegações feitas pelo servidor em depoimento perante a Polícia Federal são falsas e criminosas e, igualmente, serão responsabilizadas.

Ao contrário do informado em depoimento, a chefia imediata do servidor esclarece que nunca houve qualquer informação por parte do servidor que “desde o ano 2018 tenha informado reiteradamente ao TSE de que existam falhas de fiscalização e acompanhamento na veiculação de inserções de propaganda eleitoral gratuita”.

16h26

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, a dona da rádio citada em demissão do servidor do TSE apoia Bolsonaro.

16h16

16h10

Quem é Alexandre Machado?

Segundo reportagem do Estadão, o servidor do TSE, que foi exonerado nesta quarta-feira (26), “perdeu, em meados do ano passado, a vaga que tinha na Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio e da Discriminação. Segundo relatos de colegas, Alexandre Machado imprimia um perfil exageradamente ideológico no colegiado e isso prejudicava o andamento dos trabalhos. Ele se posicionava de forma contrária até mesmo em pautas consensuais, como a de enfrentamento à violência contra a mulher”.

15h50

TSE não distribui nem fiscaliza inserções de rádio, diz Lewandowski

O ministro Ricardo Lewandowski, vice-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), afirmou que a Corte Eleitoral não tem atribuição de distribuir nem de fiscalizar se as emissoras de rádio e TV estão exibindo as inserções das candidaturas. Segundo o magistrado, o tribunal não teria nem estrutura para tal medida.

Confira o pronunciamento oficial do TSE sobre o tema.

15h35

15h30

Em artigo, o jornal norte-americano The New York Times (*) explica como Bolsonaro construiu o mito das eleições roubadas no Brasil

15h18

Ministério Público do Trabalho registra 1.633 denúncias de assédio eleitoral. O número já é sete vezes maior do que nas eleições de 2018

14h30

Um assessor do Tribunal Superior Eleitoral foi exonerado nesta quarta-feira (26) após o gabinete de Alexandre de Moraes interpretar que ele estava tomando atitudes com falta de isenção e com aparência de atuação política em sua função, além de atrapalhar os trabalhos na corte.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o assessor trabalhava em um setor ligado ao pool de mídias que o TSE acompanha em relação a campanhas eleitorais. Ao detectar a suposta atuação política, o gabinete de Moraes decidiu exonerá-lo.

Machado foi à Polícia Federal na noite do mesmo dia e disse ter sofrido perseguição ao denunciar, desde 2028, falhas de fiscalização e acompanhamento na veiculação de inserções da propaganda eleitoral”.

Apoiadores de Jari Bolsonaro – que tem histórico de questionar o sistema eleitoral e insinuar em tom golpista que pode não aceitar resultado diferente da própria vitória – já estão usando o caso para pedir que a eleição seja adiada.

14h17

A acusação de crime eleitoral que a campanha de Jair Bolsonaro (PL) fez – acusando rádios do Nordeste de favorecer o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas inserções de campanha – foi baseada em dados coletados e processados por software de monitoramento de audiência de emissoras, desenvolvido pela empresa Audiency Brasil Tecnologia, e não por uma “auditoria”, como disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria, na noite de segunda-feira (24). (UOL)

14h05

13h50

Justiça Eleitoral apreende material de campanha de Bolsonaro em MG por mentir que Lula persegue igrejas e cristãos

A apreensão aconteceu no comitê do presidente e candidato à reeleição em Belo Horizonte.

13h46

13h40

13h34

Juiz determina multa de R$10 mil para cada trabalhador que sofrer assédio eleitoral

Um juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) em Brasília, determinou – nesta terça-feira (25) – que empresas de serviços, bens e turismo paguem uma multa de R$10 mil para cada funcionário que sofrer assédio eleitoral. O pedido partiu da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da União Geral dos Trabalhadores (UGT).

A multa será colocada caso o funcionário seja “ameaçado, molestado ou constrangido a exercer a opção de voto defendida, recomendada ou imposta pelo empregador”, diz a decisão.

O juiz ainda classificou a tentativa de coação como ”repugnante”.

13h28

13h24

Incentivo à preservação: Lula diz que é preciso criar política de compensação para quem preservar florestas

O candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira (26) que, se eleito, criará uma política de compensação para garantir a preservação de florestas e a redução na emissão de gases do efeito estufa. Ele, no entanto, não detalhou como o mecanismo funcionaria na prática.

“O Estado tem que ter uma compensação, sim. É preciso que a gente crie a política de incentivo, é preciso que a gente faça um estudo profundo”, afirmou Lula durante entrevista à Rádio Mix de Manaus.

 O presidenciável petista repetiu que deve haver uma parceria com cientistas para o aprofundamento de pesquisas sobre a biodiversidade da Amazônia e extração de produtos para indústrias de fármacos ou cosméticos, garantindo, inclusive, melhorias na vida da população local. Lula também defendeu a soberania da Amazônia.

 “A gente tem que saber a importância da Amazônia para o mundo e o mundo tem que fazer um esforço para ajudar o Brasil a cuidar da Amazônia. A gente não abre mão da soberania da Amazônia, mas a gente sabe da importância dela para o mundo, para o clima do planeta Terra”, disse o ex-presidente.

 “As pessoas têm que arcar com a despesa para que a gente possa cuidar com amor e carinho da Amazônia, mas sobretudo cuidar do povo da Amazônia”, emendou. (Estadão Conteúdo)

13h10

Papa pede a Nossa Senhora Aparecida ‘que livre o povo brasileiro do ódio’

13h05

Lula defende taxação de grandes fortunas, mas diz que maioria Congresso se opõe

Questionado na manhã desta quarta-feira (26), se “chegou a hora” de taxar grandes fortunas e bancos, o candidato à Presidência pelo PT afirmou que “chegou a hora, sempre é a hora”. Ele ponderou, no entanto, que apesar de ser um defensor da medida, a maioria do Congresso Nacional se opõe à aprovação da taxação.

“O problema é que você tem a maioria do Congresso Nacional que não quer. Até porque a maioria que está no Congresso Nacional são pessoas que têm de certa forma posses, não são os pobres que estão dentro do Congresso Nacional”, afirmou o ex-presidente durante entrevista à Rádio Mix de Manaus.

“Essa gente não quer taxar seu próprio recurso, quando na verdade nós precisamos fazer as pessoas entenderem que pagar Imposto de Renda corretamente é fazer justiça nesse País”, continuou Lula, ao defender uma política tributária progressista, na qual os ricos paguem mais e os pobres, menos. (Estadão Conteúdo)

13h

12h50

Bolsonaro: ‘após a reeleição, nossa liberdade será respeitada por todos o País’

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quarta-feira (26) que a “liberdade” será respeitada por todos no País caso se reeleja no domingo, em um de recado velado ao Supremo Tribunal Federal (STF). Durante rápido comício em Governador Valadares (MG), o chefe do Executivo também voltou a dizer que o “bem vai derrotar” o mal nas eleições. (Estadão Conteúdo)

12h45

Lula diz que precisará conversar com MDB sobre indicar Tebet para ministério

O candidato à Presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou na manhã desta quarta-feira (26), que, se eleito, precisará conversar com o MDB sobre indicação da senadora Simone Tebet (MDB) para um eventual ministério. Apesar de elogiar o desempenho de Tebet, o ex-presidente reforçou que não pode antecipar quem seria nomeado para compor um novo governo.

“A Simone, embora esteja me apoiando, ela é um quadro político importante, mulher competente. Mas eu não posso dizer que ela vai ser ministra porque vou estar precipitando uma coisa que não posso”, disse Lula durante entrevista à Rádio Mix de Manaus.

Segundo o candidato, os dois ainda não conversaram sobre o tema porque a senadora não quer “sentar na cadeira antes de ganhar as eleições”. “Se eu tentar montar a equipe agora, eu arrumo mais inimigo do que amigo”, disse o petista, durante entrevista ao comediante Paulo Vieira.

O ex-presidente disse que terá “muitas mulheres” no seu governo, caso eleito para quarto mandato ministerial. Lula afirmou conhecer uma “centena” de “mulheres maravilhosas” que podem ocupar os cargos do governo.

Fome no Brasil

Nesta quarta (26), o petista se emocionou ao falar sobre o combate à fome no país. Chorando, Lula voltou a se comprometer com a pauta e disse que garantir três refeições diárias “é o mínimo”. “Isso é bíblico, isso está na Constituição, isso está na Declaração Universal dos Direitos Humanos”, disse.

(Estadão Conteúdo)

12h20