Créditos da imagem: Curto News/BingAI

Demanda de IA por energia e espaço sobrecarregam data centers na Europa

O aumento da demanda por inteligência artificial (IA) está gerando lucros para desenvolvedoras e gigantes de tecnologia, mas também está criando desafios na Europa. As empresas do setor estão enfrentando restrições de espaço e energia elétrica para expandir suas infraestruturas de data centers, onde a IA é alojada.

Grandes empresas como Amazon, Microsoft, Google, Meta, Oracle e ByteDance (proprietária do TikTok) estão expandindo suas operações o mais rápido possível. No entanto, a disponibilidade de espaço e energia elétrica não está acompanhando o ritmo dessa expansão.

PUBLICIDADE

De acordo com a CBRE, empresa de pesquisa imobiliária, as taxas de disponibilidade de espaço nos principais mercados de data centers na Europa, como Frankfurt, Londres, Amsterdã, Paris e Dublin, atingirão um novo recorde mínimo de 8,2% este ano. Isso representa uma queda em relação ao recorde mínimo de 10,6% registrado no ano passado.

Embora isso possa parecer positivo para o mercado imobiliário europeu, Kevin Restivo, diretor de pesquisa da CBRE, observa que isso cria desafios para as empresas.

Stijn Grove, líder da Associação Holandesa de Data Centers, expressou ceticismo em relação à suposta “soberania” europeia na computação em nuvem e IA. Ele aponta que as empresas europeias ainda não têm o mesmo poder e recursos das empresas americanas ou chinesas.

PUBLICIDADE

Enquanto Amazon, Microsoft e Google podem lidar com a escassez de espaço e energia nos data centers devido à sua influência e recursos financeiros, as empresas europeias não têm a mesma capacidade. Não há planos claros para resolver essa disparidade no momento.

Leia também:

Procurando uma ferramenta de Inteligência Artificial para facilitar a sua vida? Neste guIA, você navega por um catálogo de robôs movidos a IA e conhece suas funcionalidades. Confira a avaliação que a nossa equipe de jornalistas deu para elas!

Rolar para cima