Créditos da imagem: AFP

Elon Musk diz que Neuralink implantou seu primeiro chip cerebral em humanos

A Neuralink, empresa de chips cerebrais fundada por Elon Musk, atingiu um marco importante no desenvolvimento de tecnologia que conecta o cérebro aos computadores. Musk disse que o primeiro ser humano recebeu um chip cerebral e está se recuperando bem.

A cirurgia não é uma surpresa: a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA autorizou a empresa em setembro a realizar o primeiro teste do seu implante em humanos.

PUBLICIDADE

“Os resultados iniciais mostram uma detecção promissora de picos de neurônios”, disse Musk em uma postagem no X na segunda-feira (29), um dia após a implantação do chip.

Os detalhes

  • Primeira implantação humana: A Neuralink implantou com sucesso seu dispositivo de interface cérebro-computador em um ser humano, marcando um passo significativo no desenvolvimento da empresa.
  • Estudo principal da Neuralink: O ensaio visa avaliar a segurança e a funcionalidade da interface cérebro-computador sem fio, especialmente para pessoas com tetraplegia para controlar dispositivos através do pensamento.

As implicações

  • Mobilidade aprimorada para pacientes com paralisia: A tecnologia promete melhorar significativamente a qualidade de vida de indivíduos com tetraplegia, permitindo-lhes controlar dispositivos e potencialmente recuperar alguma independência através de seus pensamentos.
  • Avanços na Neurotecnologia: Os desenvolvimentos da Neuralink poderiam acelerar a pesquisa e a inovação no campo mais amplo da neurotecnologia, levando a novos tratamentos e à compreensão do cérebro.
  • Considerações regulatórias e éticas: A progressão das interfaces cérebro-computador como a da Neuralink provavelmente estimulará discussões e desenvolvimentos contínuos em estruturas regulatórias e diretrizes éticas para garantir a segurança e a privacidade dos indivíduos que usam tais dispositivos.

Leia também:

Procurando uma ferramenta de Inteligência Artificial para facilitar a sua vida? Neste guIA, você navega por um catálogo de robôs movidos a IA e conhece suas funcionalidades. Confira a avaliação que a nossa equipe de jornalistas deu para elas!

Rolar para cima