Google avalia cobrar por recursos avançados de pesquisa com IA, revela jornal
Créditos da imagem: Curto News/Bing AI

Google avalia cobrar por recursos avançados de pesquisa com IA

O Google está considerando cobrar por recursos premium em seu mecanismo de busca baseado em inteligência artificial generativa, segundo reportagem do Financial Times publicada na quarta-feira (3), citando fontes familiarizadas com o plano.

PUBLICIDADE

A gigante da tecnologia está analisando diversas opções, incluindo a incorporação de funcionalidades de busca com IA em seus serviços de assinatura premium, que já fornecem acesso ao novo assistente de IA Gemini no Gmail e Docs, de acordo com a reportagem. As ações da Alphabet, controladora do Google, caíram cerca de 1% nas negociações estendidas.

Essa mudança marcaria a primeira vez que o Google coloca qualquer um de seus produtos principais por trás de um paywall (forma de monetização que exige assinatura). A iniciativa reflete sua intenção de ganhar terreno no competitivo mercado de IA. O mecanismo de busca tradicional permaneceria gratuito e os anúncios continuariam aparecendo ao lado dos resultados de pesquisa, mesmo para assinantes, acrescentou a reportagem.

“Não estamos trabalhando ou considerando uma experiência de pesquisa sem anúncios. Assim como fizemos muitas vezes antes, continuaremos a desenvolver novos recursos e serviços premium para aprimorar nossas ofertas de assinatura em todo o Google”, disse a empresa à Reuters em um comunicado por e-mail.

PUBLICIDADE

O Google, que inventou a tecnologia fundamental para o boom atual da IA, também está travando uma batalha com dois players do setor que capturaram a atenção do mundo dos negócios: a OpenAI, criadora do ChatGPT, e sua apoiadora, a Microsoft.

Leia também:

* O texto desta matéria foi parcialmente gerado por ferramentas de inteligência artificial, modelos de linguagem de última geração que auxiliam na elaboração, revisão, tradução e resumos de textos. As entradas de texto foram criadas pela equipe do Curto News e as respostas das ferramentas de IA foram utilizadas para aprimorar o conteúdo final.
É importante destacar que as ferramentas de IA são apenas ferramentas, e a responsabilidade final pelo conteúdo publicado é do Curto News. Ao utilizarmos essas ferramentas de forma responsável e ética, nosso objetivo é ampliar as possibilidades da comunicação e democratizar o acesso à informação de qualidade.
🤖

Procurando uma ferramenta de Inteligência Artificial para facilitar a sua vida? Neste guIA, você navega por um catálogo de robôs movidos a IA e conhece suas funcionalidades. Confira a avaliação que a nossa equipe de jornalistas deu para elas!

PUBLICIDADE

Rolar para cima