IA Generativa: Indústria desacelera por receio da precisão
Créditos da imagem: Curto News/Bing AI Creator

IA Generativa: Indústria desacelera por receio da precisão

Um estudo divulgado pela Lucidworks na quarta-feira (10) indica que a implementação de projetos de inteligência artificial Generativa (IA Generativa) na indústria está ocorrendo em ritmo mais lento do que o esperado. A preocupação com a precisão está liderando a cautela do setor.

PUBLICIDADE

O levantamento entrevistou mais de 2.500 líderes globais envolvidos em decisões sobre tecnologia de inteligência artificial. Dentre eles, 58% dos líderes da área industrial planejam aumentar o investimento em IA em 2024. Esse número fica abaixo da média global (63%) e dos EUA (69%).

Vale ressaltar que, em 2023, o otimismo era bem maior: 93% dos líderes em geral e 93% dos líderes da indústria planejavam aumentar o gasto com IA.

Por que isso importa

Dados da PitchBook da semana passada mostraram um salto trimestral no financiamento de capital de risco nos EUA, impulsionado principalmente por investimentos expressivos em empresas de IA. Investidores apostam em startups esperando que a receita da adoção de IA traga retornos significativos. O estudo da Lucidworks corrobora essa aposta, já que quase 50% dos fabricantes globais relataram maior economia de custos este ano após implementarem iniciativas de IA.

PUBLICIDADE

“Embora muitos fabricantes vejam os benefícios potenciais da IA Generativa, desafios como precisão da resposta e custo os estão levando a uma abordagem mais cautelosa”, disse Mike Sinoway, CEO da Lucidworks.

Entendendo a IA Generativa

A IA Generativa processa informações ou instruções para produzir novos conteúdos baseada em dados passados usados em seu treinamento. No entanto, às vezes, ela gera resultados imprecisos ou sem sentido, conhecidos como “alucinações“.

O receio com a precisão é compartilhado por 36% dos entrevistados em geral. Contudo, esse número sobe para 44% entre os líderes da indústria, demonstrando uma preocupação maior do setor.

PUBLICIDADE

Apesar de apenas 20% dos projetos de IA planejados terem sido implementados por fabricantes no ano passado, 55% deles sentem estar no mesmo patamar que seus concorrentes em relação à adoção de IA.

Fator custo

Nos últimos doze meses, 70% das empresas optaram por modelos comerciais de IA, geralmente mais caros. A Lucidworks sugere que, se comprovada a eficiência e o menor custo, pode haver uma mudança para modelos open-source mais acessíveis.

Mesmo com o otimismo em relação à redução de custos com IA, os fabricantes miram maximizar o valor da tecnologia em um cenário de menor investimento planejado para este ano.

PUBLICIDADE

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima