Créditos da imagem: Curto News/BingAI

Quais são as novas habilidades criadas pela IA necessárias para a sua carreira em 2024?

Desde o início de 2023, a inteligência artificial (IA) vem se tornando uma parte cada vez mais relevante e estratégica das empresas e das novas tendências de mercado. Quais serão as novas habilidades exigidas pelos profissionais diante das mudanças trazidas pela IA?

Diante do intenso desenvolvimento de novas tecnologias e o treinamento de novos modelos de linguagem para inteligência artificial (IA), as empresas seguem adaptando seus ecossistemas internos buscando a otimização de processos e a inclusão de novas ferramentas em suas redes. Além disso, ao passo que as empresas se transformam, novas habilidades são necessárias para os profissionais da área tech e de IA e para àqueles que buscam aproveitar esse momento.

PUBLICIDADE

De acordo com o relatório Future of Work Report, divulgado pelo LinkedIn em novembro de 2023, 29% das discussões relacionadas à aplicação de IA no mercado de trabalho são lideradas por áreas de Professional Services, seguido por 17% em Tecnologia e 9% em Educação. Ainda segundo o relatório, 45% dos responsáveis por liderarem esse tipo de debate fazem parte da geração Millenial, e 26% da Geração Z.

Independente da área de atuação, a necessidade em se manter a par das mudanças do mercado é primordial para quem busca uma oportunidade em 2024. Segundo João Duarte, co-fundador e diretor de tecnologia da Trybe, habilidades relacionadas à IA hoje em dia podem ser comparadas às habilidades com o Microsoft Office durante os anos 90, um skill extremamente necessário mesmo para profissionais que não atuavam em tecnologia.

“Carreiras em tecnologia, assim como em outras áreas, evoluem em grande velocidade. Portanto, em nossa visão, as principais habilidades para um bom profissional na área são a capacidade de aprender e se manter atualizado, raciocínio lógico, resolução de problemas, comunicação e trabalho em equipe.”, comenta o executivo.

PUBLICIDADE

Ainda segundo Duarte, o domínio das ferramentas de IA generativa, construção de modelos e conhecimento em inteligência artificial, em conjunto com uma boa base geral, devem abrir oportunidades em 2024 dado que muitas empresas estão iniciando projetos em IA.

No entanto, não necessariamente apenas habilidades técnicas são necessárias para destacar um profissional  em 2024. Apesar do trabalho com IA geralmente incluir skills como Machine Learning, Deep Learning, Estruturas de Dados e outras habilidades técnicas, é importante balancear com soft skills em busca de um perfil mais completo.

O relatório Future of Work do LinkedIn ainda destaca que profissionais de tecnologia que desenvolveram uma ou mais dessas habilidades interpessoais – comunicação, trabalho em equipe, resolução de problemas ou liderança – além de habilidades técnicas, são promovidos mais de 13% mais rapidamente do que os funcionários que possuem apenas habilidades técnicas.

PUBLICIDADE

Dentre as habilidades – técnicas e interpessoais – destacadas pelo relatório como demandas pelo mercado de IA estão: Comunicação, Habilidades Analíticas, Estrutura de Dados, Machine Learning e Reconhecimento de Padrões.

Por fim, ainda não é possível mensurar com exatidão o perfil profissional mais desejado pelo mercado de IA e tecnologia em 2024. No entanto, de acordo com Beatriz Clase, Content Writter na Rocketseat, o ideal é sempre manter uma especialização contínua em par com as demandas do mercado.

“Uma dica para profissionais que buscam novas ou melhores colocações no mercado é estar atento(a) ao desenvolvimento de habilidades que vão além da técnica (código), focando em habilidades comportamentais, desenvolvimento pessoal, boa comunicação, criatividade e proatividade, que podem pesar na decisão entre você e outros profissionais competindo pelo mesmo espaço ou vaga.”, finaliza Beatriz.

PUBLICIDADE

Leia também:

Procurando uma ferramenta de Inteligência Artificial para facilitar a sua vida? Neste guIA, você navega por um catálogo de robôs movidos a IA e conhece suas funcionalidades. Confira a avaliação que a nossa equipe de jornalistas deu para elas!

Rolar para cima