Startup cria "cérebro universal" para robôs com inteligência artificial
Créditos da imagem: Skild

Startup cria “cérebro universal” para robôs com inteligência artificial

A Skild AI, fundada por dois ex-professores da Carnegie Mellon University, está desenvolvendo um “cérebro universal” com inteligência artificial (IA) para equipar robôs. Imagine só: um robô capaz de subir ladeiras íngremes, desviar de obstáculos e pegar objetos – tudo graças a essa IA multifuncional.

PUBLICIDADE

A empresa acaba de receber um investimento de US$ 300 milhões e promete revolucionar a robótica. Diferente dos cérebros robóticos tradicionais, superespecializados, a Skild AI aposta em um modelo único que pode ser adaptado a diversos robôs, possibilitando funções básicas.

O que torna a Skild AI especial?
  • Treinamento massivo: A Skild AI treina seu modelo em uma base de dados gigantesca de texto, imagens e vídeos, 1.000 vezes maior que a usada por concorrentes.
  • Dados do mundo real: Para criar esse banco de dados, a Skild recorre a técnicas inovadoras. Uma delas envolve humanos operando robôs remotamente e coletando dados sobre suas ações. Outra é deixar o próprio robô realizar tarefas aleatórias, aprendendo por tentativa e erro.
  • Curiosidade artificial: Inspirada em pesquisas de um dos fundadores, a Skild incentiva a “curiosidade artificial” nos robôs. O sistema é recompensado por produzir resultados em situações imprevisíveis, o que o leva a explorar mais cenários e coletar mais dados.
Um futuro promissor, mas com desafios

A Skild AI enfrenta forte concorrência. Gigantes como a OpenAI e startups como a Figure AI disputam o mercado. Um ponto crucial, segundo especialistas, é o tipo de dado utilizado. Dados de simulação nem sempre se traduzem bem para o mundo real. A Skild aposta na combinação de diversas técnicas de coleta de dados para superar esse obstáculo.

A visão da Skild é similar à da OpenAI: criar um modelo básico que possa ser adaptado para diferentes usos. A longo prazo, eles sonham com robôs com inteligência geral artificial (igual ou superior à humana) capazes de interagir fisicamente com o mundo.

PUBLICIDADE

Especialistas concordam que a Skild AI tem potencial para causar um impacto similar ao do GPT-3 (modelo de linguagem avançada) no mundo digital, mas alertam para os desafios. Seja como for, a corrida pela inteligência artificial na robótica promete avanços revolucionários.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima