Desfile cívico no 4 de Julho.
Foto: Wikimedia Commons
🗺 Curto Mundo

Atirador mata ao menos seis e deixa 31 pessoas feridas em desfile nos EUA

5-jul 16:00
2 min
Créditos da imagem: Pessoas em desfile cívico nos EUA

Ao menos seis pessoas morreram e outras 31 estão feriadas após um atirador abrir fogo em direção a um desfile de comemoração ao feriado de 4 de Julho, em Illinois, nos Estados Unidos, na manhã desta segunda-feira.

O ataque ocorreu poucos minutos depois do início da cerimônia, às 10h (horário local), no centro da cidade de Highland Park, segundo agências internacionais. O atirador subiu em um telhado e utilizou um rifle para efetuar os disparos.

Em comunicado, as autoridades informaram que o suspeito de ter cometido o crime é um homem branco, com cabelos pretos e longos, com idade entre 18 e 20 anos. O porta-voz da polícia federal solicitou que as pessoas que tenham filmado o desfile enviem as imagens para auxiliar na investigação e localização do atirador.

Diversos vídeos postados nas redes sociais registraram o momento do ataque. É possível observar que adultos e crianças estavam sentados nas calçadas, em clima de festa, enquanto acompanhavam o desfile. Ao fundo, duas sequências de disparos são ouvidas. A multidão demora para perceber o que está acontecendo.

https://twitter.com/deedenys/status/1544036125718839297

Logo depois, as pessoas correm desesperadamente na tentativa de se proteger dos tiros.

@drjnoticias

Reportan tiroteo durante en el desfile del Día de la Independencia en Highland Park, una localidad de Chicago, Estados Unidos. Vía: @leonarcos11#tiroteo #parati #fy #noticias #estadosunidos #4july #july4 #independenceday #chicago #shooting #news #doctorjnoticias #viral

♬ sonido original – Doctorjnoticias

O dia 4 de julho é considerado uma das maiores celebrações nacionais dos EUA. A data marca a independência do país. Nos festejos, é comum o desfile cívico com bandas ao vivo.

Controle de armas

O tiroteio deve reacender o debate à restrição no acesso às armas no país. Esse caso se junta a outros que ocorreram recentemente nos EUA.

Em maio, um atirador matou 19 crianças e dois professores em uma escola primária em Uvalde, Texas. No mesmo mês, dez pessoas foram mortas em um supermercado em Buffalo, Nova York, por um jovem branco de 18 anos.

O presidente Joe Biden divulgou um comunicado sobre o ataque. Em nota, ele afirma estar chocado com a violência armada sem sentido e que vai manter a luta contra as armas de fogo. “Não vou deixar de lutar contra a epidemia de violência armada”, prometeu.

Curto curadoria

(Foto de topo: Reprodução/Wikimedia Commons)