IA na Beleza: Coreanas agora têm base perfeita graças à inteligência artificial
Créditos da imagem: Curto News/Bing AI Creator

IA na Beleza: Coreanas agora têm base perfeita graças à inteligência artificial

Amantes da beleza na Coreia do Sul podem agradecer à inteligência artificial (IA) pela base perfeita! O gigante sul-coreano de cosméticos AmorePacific inaugurou um novo laboratório de beleza com IA, onde robôs misturam produtos faciais personalizados e a tecnologia de ponta recomenda as cores de batom mais adequadas.

PUBLICIDADE

“Cada pessoa tem seu tom de pele específico, mas normalmente compramos a cor mais comum disponível”, disse Kwon You-jin, cliente de 32 anos do serviço de cosméticos personalizados para a pele da empresa. “Saber mais dados sobre a minha própria pele e ver o antes e o depois em primeira mão é uma experiência muito boa”, afirmou ela, após receber um relatório gerado por IA sobre a condição de sua pele. Em seguida, um robô misturou uma base que combinava perfeitamente com seu tom de pele.

Cada vez mais marcas de cosméticos estão adotando a IA para impulsionar as vendas. Gigantes globais como L’Oréal e Sephora (propriedade da LVMH) a utilizam para personalizar produtos de acordo com as necessidades dos clientes.

De acordo com a Statista Market Insights, as vendas globais da indústria da beleza, incluindo cosméticos, atingiram US$ 625,6 bilhões em 2023, crescendo de forma constante desde a queda em 2020 durante a COVID-19.

PUBLICIDADE

A AmorePacific afirma usar IA para recomendar as melhores opções para um cliente entre 205 bases diferentes e 366 cores de produtos labiais. “Utilizamos técnicas de aprendizado de máquina para automatizar o processo que os especialistas usam para avaliar dados da pele de muitas pessoas”, explicou o engenheiro Lee Young-jin, consultor de negócios de beleza personalizada da AmorePacific.

Analistas afirmam que usar IA em vez de consultores humanos pode acelerar o desenvolvimento de produtos e reduzir variáveis. “Não importa o quão profissional seja um especialista, as variações individuais podem ser grandes, e avaliar cosméticos consultando 30 a 40 especialistas o tempo todo é difícil”, disse Yang Yong Suk, pesquisador principal do Instituto de Pesquisa em Eletrônica e Telecomunicações da Coreia do Sul (ETRI), que co-desenvolveu um modelo de aprendizado profundo para a textura de produtos cosméticos.

“Hoje em dia, o tempo de desenvolvimento de produtos diminuiu e uma quantidade cada vez maior de novos produtos é lançada com mais rapidez”, acrescentou Yang. “Combinar tecnologias de IA pode reduzir ainda mais os obstáculos.”

PUBLICIDADE

O mercado de uso de IA nas indústrias de beleza e cosméticos deve mais que dobrar, passando de US$ 3,27 bilhões em 2023 para US$ 8,1 bilhões em 2028, à medida que serviços como recomendações de beleza personalizadas, análise e diagnóstico de pele e maquiadores virtuais se expandem, afirmou a provedora de análise Business Research Company em janeiro.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima